Ciência & Saúde Coletiva – Abril de 2020

40 anos de Alma-Ata, a Conferência que impulsionou os cuidados básicos de saúde no mundo!

Este número temático da Ciência & Saúde Coletiva celebra os 40 anos da Conferência Internacional sobre Cuidados Primários de Saúde, realizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) na cidade de Alma-Ata, na República do Cazaquistão em 1978. Esse evento ressaltou a necessidade de ação dos governos do mundo inteiro para promoverem a saúde de suas populações. Durante os anos que se seguiram, o mesmo chamado tem sido reiterado, inclusive o foi em 2018, numa importante Conferência em Astana, também no Cazaquistão.

Nesta edição, estão reunidos 23 artigos trabalhados por cerca de 80 autores de nove países (Brasil, Uruguai, Peru, Jamaica, Haiti, Estados Unidos da América, Canadá, Portugal e Espanha) sobre temas atinentes à atenção primária (APS). Eles foram escritos por médicos de família, profissionais da Estratégia Saúde da Família, professores e pesquisadores. Tratam principalmente: (1) dos modelos de atenção, gestão e avaliação tanto da organização da AP como do processo de trabalho das equipes que atuam nesse nível; (2) da formação profissional em APS e Medicina de Família e Comunidade (internato, programas de residência, mestrado) e (3) dos aspectos epidemiológicos, sistemas de informação, prontuários eletrônicos e uso de tecnologias para ampliação do acesso, inclusive, por meio da telessaúde ou telemedicina para áreas remotas.

O que foi acordado em Alma-Ata pode ser assim resumido: promover cuidados essenciais de saúde, baseados em métodos e tecnologias práticas, cientificamente fundamentadas e socialmente aceitáveis, colocadas ao alcance dos indivíduos, das famílias e da comunidade. A APS tornou-se parte integrante dos sistemas nacionais de saúde, constituindo o primeiro nível de um continuado processo de assistência e educação voltado para prevenção e proteção das pessoas. A organização da APS varia de acordo com os países e regiões, mas quando as necessidades sociais exigem, ela inclui, além da questão médica e de saúde propriamente dita, distribuição de alimentos, orientação nutricional; tratamento da água e saneamento; planejamento familiar; vacinação; prevenção e controle de doenças endêmicas; tratamento de agravos e lesões comuns; e, oferta de medicamentos essenciais.

Apesar das metas de Alma-Ata não terem sido alcançadas plenamente, os êxitos conseguidos devem ser comemorados, pois, suas propostas continuam fortemente recomendadas. Elas são referência para as reformas que vêm ocorrendo nos sistemas de saúde de diversos países do mundo desde os anos 1980 e 1990. No Brasil, a implantação da Estratégia Saúde da Família, a emergência dos Agentes Comunitários de Saúde, a universalização do aleitamento materno e da oferta de vacinas, por exemplo, são parte desse movimento mundial que preconiza saúde para todos, ou melhor, saúde como direito e dever de todos!

Ciência & Saúde Coletiva presta uma homenagem sincera a todos os profissionais que atuam nesse nível de cuidados e contribuem indubitavelmente para a melhoria dos indicadores de saúde, dentre os quais a impressionante queda da mortalidade infantil e o exuberante aumento da expectativa de vida!

Acesse Ciência & Saúde Coletiva, edição 25.4 – Abril de 2020 no site da C&SC e na base SciELO

Editorial

40 anos de Alma-Ata: desafios da Atenção Primária à Saúde no Brasil e no mundo Luiz Felipe Pinto; Daniel Soranz; David Ponka; Luís Augusto Pisco; Zulmira Maria Hartz

Artigo debate

1- Mudanças no financiamento da Atenção Primária à Saúde no Sistema de Saúde Brasileiro: avanço ou retrocesso? Adriano Massuda

Debatedor

 “Previne Brasil”: bases da reforma da Atenção Primária à Saúde – Erno Harzheim

Artigos temáticos

2- De Alma-Ata a Astana: o percurso dos Cuidados de Saúde Primários em Portugal, 1978-2018 e a génese da Medicina Familiar – Luis Pisco; Luiz Felipe Pinto

3- La Medicina Familiar y Comunitaria en Uruguay de 1997 a 2019: ¿cuántos kilómetros faltarán para llegar al Pueblo aquel? – Jacqueline Ponzo

4. The Contribution of Family Medicine and Family Medicine Leaders to Primary Health Care Development in Americas – from Alma-Ata to Astana and beyond – David Ponka; Neil Arya; Valérie Malboeuf; Christine Leung; Carolyn Ruth Wilson; Kerling Israel; Adelson Guaraci Jantsch; Maria Sofia Cuba-Fuentes; Ophelia Michaelides; Katherine Rouleau

5- Indicadores de monitorização e desempenho nas unidades de saúde familiar e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável na saúde (ODS 3): uma análise comparada em Portugal no período de 2013-2018 – Baltazar Ricardo Monteiro

6- Medicina de Familia y Comunidad y su papel en evitar los excesos sanitarios (preventivos, diagnósticos, terapêuticos y rehabilitadores) – Juan Gérvas; Lourdes Luzón Oliver; Mercedes Pérez-Fernandez

7- Classificação Internacional de Atenção Primária: capturando e ordenando a informação clínica – Gustavo Gusso

8- Aprendendo a clínica do sofrimento social: narrativas do internato na Atenção Primária à Saúde – Felipe Monte Cardoso; Gastão Wagner de Sousa Campos

9- Interlocuções entre a Declaração de Astana, o Direito à Saúde e a formação em Medicina de Família e Comunidade no Rio de Janeiro, Brasil – Jorge Esteves Teixeira Junior; Valéria Ferreira Romano; Mellina Marques Vieira Izecksohn; Ernesto Faria Neto; Marcele Bocater Paulo de Paiva

10- Trajetória profissional de egressos de Curso de Mestrado Profissional em Atenção Primária à Saúde no Município de Rio de Janeiro, Brasil: estudo avaliativo – Elyne Montenegro Engstrom; Virginia Alonso Hortale; Carlos Otávio Fiuza Moreira

11- Reflexões e propostas para a estruturação de programas de Mestrado em Medicina de Família e Comunidade no Brasil – Leandro David Wenceslau; Thiago Dias Sarti; Thiago Gomes da Trindade

12- Electronic Medical Records in the American Health System: challenges and lessons learned – Robert S. Janett; Peter Pano Yeracaris

13- Prontuários eletrônicos na Atenção Primária: gestão de cadastros duplicados e contribuição para estudos epidemiológicos – Luiz Felipe Pinto; Leda Jung dos Santos

14- Carteira de Serviços da Atenção Primária à Saúde: garantia de integralidade nas Equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal no Brasil – Carlo Roberto Hackmann da Cunha; Erno Harzheim; Olivia Lucena de Medeiros; Otávio Pereira D’Avila; Caroline Martins; Lucas Wollmann; Lívia de Almeida Faller

15- Política Nacional de Atenção Básica de 2017: análise da composição das equipes e cobertura nacional da Saúde da Família – Clarice Brito e Souza Gomes; Adriana Coser Gutiérrez; Daniel Soranz

16- Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física: o caso de Portugal – Cecília Shinn; Rizério Salgado; David Rodrigues

17- Avaliação Econômica de um Serviço de Telemedicina para ampliação da Atenção Primária à Saúde no Rio Grande do Sul: o microcusteio do Projeto TeleOftalmo – Bruna Stella Zanotto; Ana Paula Beck da Silva Etges; Ana Célia Siqueira; Rodolfo Souza da Silva; Cynthia Bastos; Aline Lutz de Araujo; Taís de Campos Moreira; Lucas Matturro; Carisi Anne Polanczyk; Marcelo Gonçalves

18- Novo financiamento para uma nova Atenção Primária à Saúde no Brasil – Erno Harzheim; Otávio Pereira D’Avila; Daniela de Carvalho Ribeiro; Larissa Gabrielle Ramos; Lariça Emiliano da Silva; Caroline Martins José dos Santos; Luis Gustavo Mello Costa; Carlo Roberto Hackmann da Cunha; Lucas Alexandre Pedebos

19- Comparative research aspects on hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions: the case of Brazil and Portugal – João Victor Muniz Rocha; João Sarmento; Bruno Moita; Ana Patrícia Marques; Rui Santana

20- Acesso e regulação ao cuidado especializado no Rio Grande do Sul: a estratégia RegulaSUS do TelessaúdeRS-UFRGS – Natan Katz; Rudi Roman; Dimitris Varvaki Rados; Elise Botteselle de Oliveira; Carlos André Aita Schmitz; Marcelo Rodrigues Gonçalves; Sotero Serrate Mengue; Roberto Nunes Umpierre

21- Monitoramento e avaliação dos atributos da Atenção Primária à Saúde em nível nacional: novos desafios – Paulo Eduardo Guedes Sellera; Lucas Alexandre Pedebos; Erno Harzheim; Olivia Lucena de Medeiros; Larissa Gabrielle Ramos; Caroline Martins; Otávio Pereira D’Avila

Artigo de opinião

22- O(s) Sistema(s) Primário(s) de Saúde Canadense sob uma perspectiva brasileira: discutindo os Atributos Starfield – José Ricardo de Mello Brandão

Artigos de revisão

23- Abordagem dietética para controle da hipertensão: reflexões sobre adesão e possíveis impactos para a saúde coletiva – Liliana Paula Bricarello; Anabelle Retondario; Fabiana Poltronieri; Amanda de Moura Souza; Francisco de Assis Guedes de Vasconcelos

24- Parto domiciliar planejado no Brasil: uma revisão sistemática nacional – Thaís Peloggia Cursino; Miria Benincasa

25- Impacto dos aspectos institucionais no aleitamento materno em mulheres trabalhadoras: uma revisão sistemática – Adriana Lüdke Nardi; Anize Delfino von Frankenberg; Oellen Stuani Franzosi; Lilian Córdova do Espírito Santo

26- Mensuração da espiritualidade/religiosidade em saúde no Brasil: uma revisão sistemática – Samanta Forti; Carlos Augusto Serbena; Alessandro Antonio Scaduto

Artigos de temas livres

27- Política Nacional de Atenção Básica: para onde vamos? – Ligia Giovanella; Cassiano Mendes Franco; Patty Fidelis de Almeida

28- Attitudes towards body weight dissatisfaction associated with adolescents’ perceived health and sleep (PeNSE 2015) – Thiago de Sousa Matias; Kelly Samara da Silva; Giovani Firpo Del Duca; Marcus Vinicius Veber Lopes; Markus Vinícius Nahas

29- Sense of coherence and impact of oral health on quality of life in adults and elderly in Southern Brazil – Rosane Silvia Davoglio; Victor Nascimento Fontanive; Monica Maria Celestina de Oliveira; Claides Abegg

30- Consumo de bebidas açucaradas em pacientes com doença aterosclerótica manifesta – Bruna Luiza Paulina Ribas; Aline Longo; Fernanda Vighi Dobke; Bernardete Weber; Eduardo Gehling Bertoldi; Lúcia Rota Borges; Renata Torres Abib

31- Fluoretação da água dos dez maiores municípios do estado do Tocantins, Brasil

Ana Paula Alves Gonçalves Lacerda; Neilton Araujo de Oliveira; Helder Henrique Costa Pinheiro; Karina Maschietto de Lima Assis; Jaime Aparecido Cury

32- A visão do homem trabalhador rural norte-mineiro sobre o cuidado em saúde no contexto da atenção primária à saúde – Sérgio Vinícius Cardoso de Miranda; Pamela Scarlatt Duraes; Luiz Carlos Fadel de Vasconcellos

33- Gênero, segurança alimentar e nutricional e vulnerabilidade: o Programa das Mulheres Mil em foco – Jussara Maysa Campos; Rita de Cássia Coelho de Almeida Akutsu; Izabel Cristina Rodrigues Silva; Karin Savio Oliveira; Renata Monteiro

34- Educación para la salud y justicia social basada en el enfoque de las capacidades: Una oportunidad para el desarrollo de la salud pública – Lilliana Villa-Vélez

35- Meat preparation techniques: results of the ISACamp population- based survey – Daniela de Assumpção; Marilisa Berti de Azevedo Barros; Regina Mara Fisberg; Semíramis Martins Álvares Domene

36- Síndrome de Burnout em gerentes da Estratégia de Saúde da Família – Alice Mariz Porciuncula; Sandra Aparecida Venâncio; Cosme Marcelo Furtado Passos da Silva

Resenhas

Arantes ACQ. A morte é um dia que vale a pena viver – Resenhado por Juliana Alvares Duarte Bonini Campos

Comments

comments

Deixe uma resposta