Ciência & Saúde Coletiva – setembro de 2017

Organizados por Ednilsa Ramos de Souza, Adalgisa Peixoto Ribeiro, Deborah Carvalho Malta e Marta Maria Alves da Silva, os 30 artigos e uma resenha da edição 22.9 da Revista Ciência & Saúde Coletiva mostram o impacto da violência na vida e na morte da população brasileira e em alguns países da América Latina. No Brasil, a violência continua sendo a 3ª causa de morte da população, abaixo apenas dos óbitos por doenças cardiovasculares e câncer. Ela é responsável, além das dramáticas perdas e lesões humanas, pelo impacto na expectativa de vida dos homens aqui e em vários países da região.

O Editorial “O fenômeno da violência no Brasil e na América Latina: diversas abordagens teórico-metodológicas”, assinado pelos pesquisadores Otaliba Libânio Morais Neto e Sônia Margarida Gomes Sousa, explica que a violência é um dos principais grupos de causas de morte e de lesões na população e impacta na diminuição da velocidade do aumento da expectativa de vida em nossos países: – “Além disso, os artigos, revelam que os pesquisadores estão atentos a essa realidade e contribuem com uma rica produção de conhecimento sobre a magnitude, os determinantes, as desigualdades, os impactos da violência na saúde e na qualidade de vida da nossa população, bem como na avaliação das intervenções de enfrentamento (…) No conjunto – apesar das especificidades de cada um –, os 30 artigos expressam investigações científicas de diversas concepções teóricas e metodológicas. Suas conclusões devem ser compreendidas como um convite a novos estudos, que possam ampliar o conhecimento, ainda mais quando se trata de um fenômeno de intensa complexidade, que revela uma teia de relações conformadas por aspectos históricos, sociais, políticos, econômicos, culturais, psicológicos e biológicos”, diz o texto.

Em resumo, os estudos brasileiros se somam aos internacionais, na busca de aprofundar o “saber” e de avançar o “fazer”, no processo de construção de um pacto pelos direitos humanos, pela paz e contra a barbárie.

Acesse aqui a revista Ciência & Saúde Coletiva, v. 22, n. 9 – setembro de 2017 – Vidas e mortes marcadas pela violência: desafios para a sociedade     

Artigos temáticos

  1. Mortalidad por violencias y su impacto en la esperanza de vida: una comparación entre México y Brasil – Guillermo Julián González-Pérez; María Guadalupe Vega-López; Edinilsa Ramos de Souza; Liana Wernersbach Pinto
  2. Perfil epidemiológico do atendimento por violência nos serviços públicos de urgência e emergência em capitais brasileiras, Viva 2014 –Rayone Moreira Costa Veloso Souto; Laura Augusta Barufaldi; Lucélia Silva Nico; Mariana Gonçalves de Freitas
  3. Atendimento dos casos de violência em serviços de urgência e emergência brasileiros com foco nas relações intrafamiliares e nos ciclos de vida – Joviana Quintes Avanci; Liana Wernersbach Pinto; Simone Gonçalves de Assis
  4. Lesão autoprovocada em todos os ciclos da vida: perfil das vítimas em serviços de urgência e emergência de capitais do Brasil – Camila Alves Bahia; Joviana Quintes Avanci; Liana Wernersbach Pinto; Maria Cecília de Souza Minayo
  5. Lesões provocadas por armas de fogo atendidas em serviços de urgência e emergência brasileiros – Adalgisa Peixoto Ribeiro; Edinilsa Ramos de Souza; Carlos Augusto Moreira de Sousa
  6. El incremento de la mortalidad por armas de fuego y su relación con el estancamiento de la esperanza de vida en México – Guillermo Julián González-Pérez; María Guadalupe Vega-López; María Elena Flores-Villavicencio
  7. The increase in domestic violence in Brazil from 2009-2014 – Nádia Cristina Pinheiro Rodrigues; Gisele O’Dwyer; Mônica Kramer de Noronha Andrade; Matthew Brian Flynn; Denise Leite Maia Monteiro; Valéria Teresa Saraiva Lino
  8. Família e negligência: uma análise do conceito de negligência na infância – Natália Teixeira Mata; Liane Maria Braga da Silveira; Suely Ferreira Deslandes
  9. Fatores associados a violências contra crianças em Serviços Sentinela de Urgência nas capitais brasileiras – Deborah Carvalho Malta; Regina Tomie Ivata Bernal; Barbara de Sá Menezes; Marta Maria Alves da Silva; Maria Imaculada de Fátima Freitas
  10. Violências contra adolescentes nas capitais brasileiras, segundo inquérito em serviços de urgência – Deborah Carvalho Malta; Regina Tomie Ivata Bernal; Fabricia Soares Freire Pugedo; Cheila Marina Lima; Marcio Denis Medeiros Mascarenhas; Alzira de Oliveira Jorge; Elza Machado de Melo
  11. Estupro e gravidez de meninas de até 13 anos no Brasil: características e implicações na saúde gestacional, parto e nascimento – Rayone Moreira Costa Veloso Souto; Denise Lopes Porto; Isabella Vitral Pinto; Carlos Cezar Flores Vidotti; Laura Augusta Barufaldi; Mariana Gonçalves de Freitas
  12. Violência sexual na adolescência, perfil da vítima e impactos sobre a saúde mental – Luiz Felipe Campos Fontes; Otavio Canozzi Conceição; Sthefano Machado
  13. Violência de gênero: comparação da mortalidade por agressão em mulheres com e sem notificação prévia de violência – Laura Augusta Barufaldi; Rayone Moreira Costa Veloso Souto; Renata Sakai de Barros Correia; Marli de Mesquita Silva Montenegro; Isabella Vitral Pinto; Marta Maria Alves da Silva; Cheila Marina de Lima
  14. A prática de bullying entre escolares brasileiros e fatores associados, Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2015  – Flávia Carvalho Malta Mello; Jorge Luiz da Silva; Wanderlei Abadio de Oliveira; Rogério Ruscitto do Prado; Deborah Carvalho Malta; Marta Angélica Iossi Silva
  15. Homicídios de mulheres nas distintas regiões brasileiras nos últimos 35 anos: análise do efeito da idade-período e coorte de nascimento – Edinilsa Ramos de Souza; Karina Cardoso Meira; Adalgisa Peixoto Ribeiro; Juliano dos Santos; Raphael Mendonça Guimarães; Laiane Felix Borges; Lannuzya Veríssimo e Oliveira; Taynãna César Simões
  16. Feminicídios: estudo em capitais e municípios brasileiros de grande porte populacional – Stela Nazareth Meneghel; Bruna Alexandra Rocha da Rosa; Roger Flores Ceccon; Vania Naomi Hirakata; Ian Meneghel Danilevicz
  17. Análise da tendência da mortalidade feminina por agressão no Brasil, estados e regiões – Franciele Marabotti Costa Leite; Keila Cristina Mascarello; Ana Paula Santana Coelho Almeida; Juliana Lopes Fávero; Andréia Soprani dos Santos; Inácio Crochemore Mohnsam da Silva; Fernando César Wehrmeister
  18. Desconstruindo expectativas de gênero a partir de uma posição minoritária: como dialogar com homens autores de violência contra mulheres? – Jan Billand; Vera Silvia Facciolla Paiva
  19. Prevalência e fatores associados à violência no ambiente de trabalho em agentes de segurança penitenciária do sexo feminino no Brasil – Marcelo José Monteiro Ferreira; Raimunda Hermelinda Maia Macena; Rosa Maria Salani Mota; Roberto da Justa Pires Neto; Ageo Mário Cândido da Silva; Luiza Jane Eyre Sousa Vieira; Bernard Carl Kendall; Ligia Regina Franco Sansigolo Kerr
  20. Mulheres da segurança pública do litoral do Paraná, Brasil: intersecções entre gênero, trabalho, violência(s) e saúde – Daniele Schneider; Marcos Claudio Signorelli; Pedro Paulo Gomes Pereira
  21. Violência institucional e humanização em saúde: apontamentos para o debate –Yuri Nishijima Azeredo; Lilia Blima Schraiber
  22. A experiência de adoecimento de mulheres com endometriose: narrativas sobre violência institucional – Paulo Alexandre de Souza São Bento; Martha Cristina Nunes Moreira
  23. Violência interpessoal, circunstâncias das agressões e padrões dos traumas maxilofaciais na região metropolitana de Campina Grande, Paraíba, Brasil (2008 –      2011) – Ítalo Macedo Bernardino; Kevan Guilherme Nóbrega Barbosa; Lorena Marques Nóbrega; Gigliana Maria Sobral Cavalcante; Efigenia Ferreira e Ferreira; Sérgio d’Ávila
  24. Perceptions about implementation of a Narrative Community-based Group Therapy for Afro-Colombians victims of Violence – Gisel Viviana Osorio-Cuellar; Sara Gabriela Pacichana-Quinayáz; Francisco Javier Bonilla-Escobar; Andrés Fandiño-Losada; Maria Isabel Gutiérrez-Martinez
  25. Do not forget culture when implementing mental health interventions for violence survivors – Francisco Javier Bonilla-Escobar; Gisel Viviana Osorio-Cuellar; Sara Gabriela Pacichana-Quinayáz; Gabriela Sánchez-Rentería; Andrés Fandiño-Losada; Maria Isabel Gutiérrez
  26. Câncer e suicídio em idosos: determinantes psicossociais do risco, psicopatologia e oportunidades para prevenção – Manoel Antônio dos Santos
  27. Feminicídios: conceitos, tipos e cenários – Stela Nazareth Meneghel; Ana Paula Portella

Artigos de revisão

  1. Repercussões do homicídio em famílias das vítimas: uma revisão da literatura – Daniella Harth da Costa; Kathie Njaine; Miriam Schenker
  2. Revisão de literatura sobre suicídio na infância – Girliani Silva de Sousa; Marília Suzi Pereira dos Santos; Amanda Tabosa Pereira da Silva; Jaqueline Galdino Albuquerque Perrelli; Everton Botelho Sougey
  3. Prevalência de violência por parceiro íntimo em idosos e fatores associados: revisão sistemática –Deise Warmling; Sheila Rubia Lindner; Elza Berger Salema Coelho

Resenhas

Homens e violência conjugal: uma perspectiva psicoantropológica – Oliveira KLC.

Resenhado por André Luiz Machado das Neves

Comments

comments