Ciência & Saúde Coletiva – Março de2015


Esta edição trata da vigilância a doenças e agravos não transmissíveis e traz artigos sobre o uso sistemático e regular de pesquisas como o Vigitel, para captar mudanças nas taxas de prevalência de comportamentos e de riscos para a saúde; sobre a notificação universal de eventos e agravos significativos (como a violência interpessoal); sobre o uso de dados administrativos (de emergência e hospitalares, para rastrear lesões) e sobre técnicas de articulação (linkage), captura e recaptura de dados para melhorar os sistemas de informação; e sobre a assistência à população vítima das enfermidades crônicas e degenerativas, traumas e agravos.

Comments

comments

Deixe uma resposta