Ciência & Saúde Coletiva – Março de 2010


Este número temático se refere a uma nova criança que se apresenta ao profissional de saúde: uma criança que, com o conhecimento científico e tecnológico atual, poderia viver cem anos ou mais, a quem ainda faltam, porém, cuidados suficientes e necessários para que sua expectativa de vida aumente. A editora convidada, Maria Elisabeth Lopes Moreira, contextualiza o cenário demográfico e epidemiológico em que os processos de saúde e doença na infância ocorrem hoje no Brasil, ressaltando o acelerado processo de urbanização, o declínio das taxas de fecundidade, natalidade e mortalidade infantil, o acesso ao pré-natal e a institucionalização do aleitamento materno. Estão incluídos estudos sobre a efetividade de programas neonatais, humanização em UTI neonatal, aleitamento de prematuros, saúde escolar, saúde bucal, prevalência de agravos, determinantes da mortalidade infantil, cuidados as crianças com doenças crônicas, transtornos alimentares, violência e notificação de maus tratos, cuidados paliativos, dentre outros.

Comments

comments

Deixe uma resposta