Ciência & Saúde Coletiva – Agosto de 2018

Os estudos desta edição 23.8 de agosto de 2018 sobre “Experiências de adoecimento e cuidados em saúde” ressaltam a realidade contemporânea do país, em que se acumulam e se complicam as situações de adoecimento crônico, o que exige, de um lado, um planejamento com foco na prevenção e na promoção de atitudes e hábitos saudáveis; e, de outro, investimento na infraestrutura de serviços, dimensionada para atender adequadamente à população brasileira que se enferma. São duas pontas inseparáveis do sistema que precisam caminhar juntas.

Dentro dessa visão, é importante criticar uma declaração atual do Ministério da Saúde que, desculpando-se (ou tirando o corpo fora) a respeito da diminuição significativa dos leitos hospitalares e frente às intermináveis filas e mortes nas salas de espera dos hospitais, afirmou que o Brasil segue uma tendência mundial de queda no número dos leitos e de internações. Esse é um raciocínio totalmente equivocado e fora de propósito para o caso brasileiro. Pois se é verdade que nos países mais avançados a tendência é diminuir as hospitalizações, essa decisão foi tomada frente a um sistema já funcionando em plena capacidade e mediante uma política consistente de tratamento em casa ou nos ambulatórios.

Portanto, embora, sob a ótica da saúde coletiva o mais importante do ponto de vista populacional sejam ações e comportamentos dentro de uma visão abrangente de promoção da saúde, não se pode esquecer que o Estado é responsável por atender e cuidar das pessoas doentes, amparando-as em suas experiências de enfermidade e sofrimento, não sendo justo deixar sua situação a cargo e ônus apenas das famílias. Quando o cuidado médico (em sentido pleno) falha, instala-se a desesperança e a descrença no SUS. Por isso, os textos desta edição advogam a importância de se ater aos dois lados da moeda (promoção, prevenção e tratamento médico em tempo e adequado) precisam ser igualmente valorizados.

Os principais temas aqui tratados chamam atenção para vários aspectos da experiência de adoecimento: as que tocam o cotidiano, como é o caso da dor lombar em gestantes, a relação entre consumo alimentar e riscos cardiovasculares e os transtornos mentais mais comuns na população. Há outros textos que aprofundam o significado do adoecimento na vida social e sexual, como é a discussão sobre o tratamento do câncer peniano; das análises, métodos e medidas de avaliação de determinados procedimentos para cuidados com pacientes frágeis como idosos, e portadores de Aids. Todas as faixas etárias são contempladas nos trabalhos. Por exemplo, alguns discorrem sobre os problemas respiratórios que afetam as crianças e os articulam a questões ambientais e condições socioeconômicas. A edição apresenta também pelo menos dois textos sobre sífilis, um tema que persiste na pauta das doenças infectocontagiosas do país. Teoricamente, este número temático é formado por maioria de estudos epidemiológicos, fundamentais tanto para o diagnóstico de âmbito populacional como para o planejamento das ações de saúde. Apenas um trabalho utiliza a abordagem qualitativa, tão importante para se entender as razões dos doentes. Esse trata das diferenças do discurso médico e as preocupações dos pacientes (PALMEIRA e GEWEHR, 2018).

Os assuntos aqui mencionados são alguns dos que esta rica edição oferece aos leitores sempre chamando atenção para as mudanças no quadro demográfico e epidemiológico do país, o que clama por investimentos intensos no SUS e na sua gestão adequada.

PALMEIRA, ABP; GEWEHR RB. O lugar da experiência do adoecimento no entendimento da doença: discurso médico e subjetividade. Ciên Saude Colet., v. 23, n.8, p. 2469-2478, 2018.

Acesse Ciência & Saúde Coletiva vol.23 nº.7 , de agosto de 2018, no site da Revista e na base SciELO

Editorial
Considerações sobre a experiência do adoecimento e do sofrimento – 
Ana Maria Canesqui

Artigos temáticos

1. O lugar da experiência do adoecimento no entendimento da doença: discurso médico e subjetividade – Amanda Barros Pereira Palmeira; Rodrigo Barros Gewehr

2. Survival analysis of penile cancer patients treated at a tertiary oncology hospital – Marco Antônio Comper de Souza; Sérgio Riguete Zacchi; Katia Cirlene Gomes Viana; Camila Brandão de Souza; Eliana Zandonade; Maria Helena Costa Amorim

3. Dor lombar intensa em gestantes do extremo Sul do Brasil – Vlanice Madruga Duarte; Rodrigo Dalke Meucci; Juraci Almeida Cesar

4. Avaliação do nível de conhecimento em relação à Aids e sífilis por idosos do interior cearense, Brasil – Luzia Mesquita Bastos; Jéssika Mayhara Souza Tolentino; Maria Alanne de Oliveira Frota; Wellington Costa Tomaz; Maria Luisa de Sousa Fialho; Ana Cristina Beviláqua Batista; Ana Karine Macedo Teixeira; Francisco Cesar Barroso Barbosa

5. Fatores associados a quedas em idosos com catarata – Leonardo Petrus da Silva Paz; Larissa de Lima Borges; Vera Regina Fernandes da Silva Marães; Marília Miranda Forte Gomes; Maria Márcia Bachion; Ruth Losada de Menezes

6. Exposure to NO2 and children hospitalization due to respiratory diseases in Ribeirão Preto, SP, Brazil – Priscila Camargo Carvalho; Lígia Furitani Nakazato; Luiz Fernando Costa Nascimento

7. Socioeconomic factors and risk for hospitalisation  due to asthma in children in the municipalities of Mato Grosso State, Brazil – Elaine Cardoso de Oliveira Souza; Emerson Soares dos Santos; Antonia Maria Rosa; Clóvis Botelho

8. Consumo alimentar e risco cardiovascular em pessoas vivendo com HIV/AIDS – Luís Fernando Deresz; Carina de Brito; Cláudia Dornelles Schneider; Estela Iraci Rabito; Maria Letícia Rodrigues Ikeda; Pedro Dal Lago

9. Transtorno mental comum em mulheres adultas: identificando os segmentos mais vulneráveis – Caroline Senicato; Renata Cruz Soares de Azevedo; Marilisa Berti de Azevedo Barros

10. Impacto de um programa de intervenção nutricional com idosos portadores de doença renal crônica – Fernanda Guilhermino Magalhães; Rita Maria Monteiro Goulart; Leandro Campi Prearo

11. Uso de medicamentos e fatores associados à polifarmácia em indivíduos com diabetes mellitus em Minas Gerais, Brasil – Michael Ruberson Ribeiro da Silva; Leonardo Maurício Diniz; Jéssica Barreto Ribeiro dos Santos; Edna Afonso Reis; Adriana Rodrigues da Mata; Vânia Eloisa de Araújo; Juliana Álvares; Francisco de Assis Acurcio

12. Does the type of sedentary behaviors influence blood pressure in adolescents boys and girls? A cross-sectional study – Luciano Machado Ferreira Tenório de Oliveira; Raphael Mendes Ritti-Dias; Breno Quintella Farah; Diego Giulliano Destro Christofaro; Mauro Virgílio Gomes de Barros; Paula Rejane Beserra Diniz; Fernando José de Sá Pereira Guimarães

13. Tendência temporal e distribuição espacial da sífilis congênita no estado do Rio Grande do Sul entre 2001 e 2012 – Lisiane Ortiz Teixeira; Vanusa Belarmino; Carla Vitola Gonçalves; Raúl Andrés Mendoza-Sassi

Artigos de temas livres

14. Consumo alimentar de usuários do Sistema Único de Saúde segundo o tipo de assistência e participação no Bolsa Família – Juliana Silvani; Caroline Buss; Geórgia das Graças Pena; Andrea Fontoura Recchi; Eliana Márcia Wendland

15. Determinantes do baixo peso ao nascer em filhos de adolescentes: uma análise hierarquizada – Gabriella Pinto Belfort; Marta Maria Antonieta de Souza Santos; Lidiane da Silva Pessoa; Juliana Rebelo Dias; Sonaly Petronilho Heidelmann; Cláudia Saunders

16. Utilização de Medicinas Alternativas e Complementares na atenção primária à saúde de Florianópolis/SC, Brasil: percepção de usuários – Amanda Faqueti; Charles Dalcanale Tesser

17. Pênfigo: uma cartografia sobre as articulações das políticas em saúde – Diego Alexandre Rozendo da Silva; Anita Guazzelli Bernardes

18. Metodologia integrada de acompanhamento de políticas públicas e situação de saúde: o SISAP-Idoso – Dalia Elena Romero; Débora Castanheira; Aline Pinto Marques; Jessica Muzy; Leticia Sabbadini; Raulino Sabino da Silva

19. Nem herói, nem vilão: elementos da prática médica na atenção básica em saúde – Denizi de Oliveira Reis; Luiz Carlos de Oliveira Cecílio; Rosemarie Andreazza; Eliane Cardoso Araújo; Tiago Correia

20. Prática de exames de rastreio para câncer de mama e fatores associados – Inquérito de Saúde da Mulher em Uberaba MG, Brasil, 2014 – Mariana Colombini Buranello; Maria Cristina Cortez Carneiro Meirelles; Isabel Aparecida Porcatti de Walsh; Gilberto de Araujo Pereira; Shamyr Sulyvan de Castro

21. As ações de educação alimentar e nutricional e o nutricionista no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar – Simoni Urbano da Silva; Estelamaris Tronco Monego; Lucilene Maria de Sousa; Géssica Mercia de Almeida

22. Permanência no mercado de trabalho e satisfação com a vida na velhice – Pricila Cristina Correa Ribeiro; Daniele Soares Queiroz Almada; Jéssica Faria Souto; Roberto Alves Lourenço

23. Imagem corporal de adolescentes do sexo feminino e sua associação à composição corporal e ao comportamento sedentário – Núbia de Souza de Morais; Valter Paulo Neves Miranda; Silvia Eloiza Priore

24. Consumo alimentar conforme o tipo de alimentação consumida em escolas de zona rural no Sul do Brasil – Caren Taiane Radtke Bubolz; Airton José Rombaldi; Nicole Gomes Gonzales; Mario Renato Azevedo; Samanta Winck Madruga

25. Fatores de risco de óbito neonatal em região do interior paulista, Brasil – Fernanda Cristina Manzini Sleutjes; Cristina Maria Garcia de Lima Parada; Maria Antonieta de Barros Leite Carvalhaes; Milena Jamas Temer

26. Relação entre gênero e desempenho neuropsicomotor de crianças em Belém, Brasil – Mariane Lopes da Silva; Lilia Iêda Chaves Cavalcante; Sabine Heumann; Telma Vitorina Ribeiro Lima

27. Maternidade e amamentação: identidade, corpo e gênero – Rubia Carla Formighieri Giordani; Daniele Piccoli; Islândia Bezerra; Claudia Choma Bettega Almeida

28. Adherencia a controles prenatales en el norte argentino desde la perspectiva de la interfaz social – Valeria Laura González-Cowes; Fernando Pablo Landini

29. Family structure and its impacts on the restrictions of self-perception of elderly health levels in Brazil – Mércia Santos da Cruz; Jair Andrade Araujo; Adriano Nascimento da Paixão

30. Análise de tendência da sinistralidade e impacto na diminuição do número de operadoras de saúde suplementar no Brasil – Ângelo Augusto da Silva Araújo; José Rodrigo Santos Silva

Resenhas

Barros NF. As Ciências Sociais na Educação Médica – Resenhado por Otacílio Batista de Sousa Nétto; Franklin Delano Soares Forte

Comments

comments

Deixe uma resposta