XIII Seminário Nacional do Projeto Integralidade


16 de julho de 2013

 

O XIII Seminário Nacional do Projeto Integralidade acontece entre 13 e 16 de agosto na Universidade federal de Mato Grosso, em Cuiabá, apresenta como tema a Construção Social da Demanda por Cuidado – revistando o direito à saúde, o trabalho em equipe e os espaços públicos e participação. A coordenação está sendo feita por Roseni Pinheiro, Julio S. Müller Neto, Maria Angélica Spinelli, Fátima Ticianel e Aluisio Gomes da Silva Jr.

 

Trata-se de uma estratégia ético-epistemológico-política de revisitar o debate ocorrido em 2005, no âmbito do V Seminário Nacional do Projeto Integralidade, cuja discussão gerou textos inéditos reunidos em coletânea. Naquele momento dava-se início a pavimentação do solo epistemológico da segunda fase do Projeto Integralidade como eixo estruturante das atividades de pesquisa e ensino do Laboratório de Pesquisas sobre Práticas de Integralidade em Saúde (Lappis), certificado, em 2004, como Grupo de Pesquisa do CNPq.

 

Nesta edição de 2013, realizada em parceria com o Núcleo de Desenvolvimento em Saúde do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal de Mato Grosso (NDS/ISC/UFMT), a programação será dividida em atividades que, na verdade, são complementares, para garantir maior integração e intercâmbio de experiências dos diferentes nichos acadêmicos e tecnológicos envolvidos nesta etapa.

 

 

A novidade deste ano fica por conta da oferta de Minicursos, a serem realizados em 13 e 14 de agosto, com carga horária de até 8h. Pesquisadores de diferentes instituições envolvidas, assim como membros do Lappis, estarão à frente desta iniciativa.

 

Como prática recorrente nos Seminários da Integralidade, em 13 de agosto, acontece uma Ágora, reunindo apoiadores institucionais e de humanização da região Centro-Oeste para discutir a temática central do seminário. Já no dia 14, a Conferência Magna Cuidado: Trabalho e Integralidade nas Práticas de Saúde marca a abertura oficial do Seminário, deslocando os debates para uma discussão científica no campo da saúde coletiva.

 

A partir de 15 de agosto, ganham espaço novas atividades, reunindo autores e pesquisadores para conferências e mesas redondas, com temas de relevância política e acadêmica, transversais à temática central do Seminário.

 

O XIII Seminário da Integralidade, contará também com a tenda Paulo Freire, da Educação Popular em Saúde, como um espaço de construção compartilhada do conhecimento, permeadas pelas ideias dos círculos de cultura desenvolvidos na pedagogia Freireana. Além disso, estão previstas reuniões técnico-científicas, como a VIII Reunião do Conselho Consultivo e Executivo da BVS Integralidade, como parte do plano de trabalho junto à OPAS/BIREME/OMS e à Rede BVS Brasil do ICICT/FIOCRUZ.

 

Assim como nas edições anteriores, a participação de convidados das diferentes regiões do país, visando, com isso, garantir a continuidade do diálogo com pesquisadores nacionais do campo da saúde coletiva, integrar funções essenciais de ensino, pesquisa e extensão.

 

(Com informações do Laboratório de Pesquisas de Práticas de Integralidade em Saúde – LAPPIS)

 

Participe! 

 

 

Comments

comments

Deixe uma resposta