WFPHA lança Carta Global para a Saúde do Público


A Carta Global para a Saúde do Público (GCPH) é a principal iniciativa do plano de colaboração da Federação Mundial das Associações de Saúde Pública (WFPHA) com a Organização Mundial de Saúde (OMS) para se adaptar à Saúde Pública dos dias atuais para o contexto global, tendo em conta e em diálogo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS ). A Carta pretende reunir o melhor de todos os modelos existentes e fornecer um quadro completo, claro e flexível que pode ser aplicado globalmente e dentro de cada país, seja de baixa, média ou alta renda.

+ Confira o documento na íntegra em português

+ Confira o documento na íntegra em inglês

Os líderes políticos percebem cada vez mais a saúde como sendo fundamental para o crescimento, o desenvolvimento, a igualdade ea estabilidade em todo o mundo. Saúde é agora entendida como um produto das relações complexas e dinâmicas geradas por inúmeros determinantes em diferentes níveis de governação.

Os governos precisam de ter em conta o impacto dos determinantes sociais da saúde, incluindo restrições econômicas, condições demográficas e de vida em muitos Estados-Membros da OMS. sistema de saúde de um país sozinho não tem nem a capacidade nem instrumentos de direcção adequados para resolver tais problemas multidimensionais de forma substancial e abrangente.

Assim, os desafios enfrentados pela saúde pública e no contexto mundial mais amplo no qual lutamos, tornaram-se muito numerosos e complexos demais para a abordagem comumente feita pelo olhar empresarial, como já destacado pela doutora Margateh Chan, Diretora Geral da OMS.

A Federação Mundial de Associações de Saúde Pública (WFPHA), juntamente com a Organização Mundial da Saúde (OMS), portanto, embarcou em uma iniciativa para agitar um debate em torno dos novos papéis de saúde pública na definição global de hoje.

A Carta Global para a saúde do público fornece novos olhares sobre a direção da saúde pública e apresenta orientações para ambos os “serviços” e “funções”. Como tal, quando lido em conjunto com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a Carta tem o potencial para desempenhar uma grande influência em todo o mundo. É um documento que deveria ser ensinado nas faculdades de Saúde Pública e usado para desenvolver abordagens estratégicas de associações de saúde pública em todo o mundo.

Para o desenvolvimento da Carta, WFPHA se envolveu com os seus mais de 100 membros, incluindo associações nacionais de saúde pública, universidades, associações internacionais e regionais no domínio relacionado com a saúde. As discussões envolveram os novos papéis que os profissionais globais de saúde pública têm de assumir e as mudanças necessárias no que diz respeito à educação e ao recrutamento de pessoal de saúde pública.

A Carta foi recentemente publicado no European Journal of Public Health. O texto completo está disponível aqui.

 

 

 

Comments

comments

Deixe uma resposta