Mario Scheffer e Leonor Pacheco contemplados na Chamada Pública Confap-MRC

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), no conjunto de suas Fundações, e o Medical Research Council, no contexto do Fundo Newton, tornam público o resultado da Chamada Pública Confap-MRC: Health Systems Research Networks. Foram aprovadas oito propostas, envolvendo 10 estados brasileiros na parceria com instituições britânicas, com o objetivo de promover melhorias no sistema de saúde e nos cuidados com a saúde de populações vulneráveis no Brasil, por meio da pesquisa científica, tecnológica e de inovação.

Mario Scheffer e Leonor Pacheco, da diretoria da Abrasco, foram contemplados em projetos distintos. “How is the current economic crisis reshaping Brazil’s health system?” é o título do projeto de Scheffer com Maria Teresa Seabra. “Evaluating the impact of the Mais Médicos (More Doctors) programme in Brazil” é o título do projeto de Leonor Pacheco com Ricardo de Sousa Soares.

Foram selecionadas propostas que gerem impactos positivos na melhoria do sistema de saúde, sobretudo nas evidências que influenciem tomadores de decisão nas políticas públicas e práticas ligadas à saúde pública. Os projetos também deveriam sugerir intervenções baseadas nas evidências de pesquisa tanto em nível local, quanto nacional, de modo a orientar o caminho para a adoção de novas rotinas nos cuidados com as populações carentes. Foram reconhecidas, ainda, as necessidades de colaborações interdisciplinares, com contribuições das ciências sociais, da biomedicina e outras disciplinas para os desafios complexos relacionados ao crescimento do sistema de saúde.

Cada projeto foi estruturado em uma rede que envolva áreas interdisciplinares e pesquisadores de, no mínimo, duas FAPs que aderiram ao edital (máximo quatro FAPs) e de um parceiro no Reino Unido. Para esta Chamada são disponibilizados recursos de até dois milhões de libras esterlinas por parte do Reino Unido e até dois milhões de libras esterlinas como fomento equivalente das Fundações brasileiras. Os recursos das FAPs poderão cobrir despesas com viagens dos membros brasileiros, seguro de viagem, diárias e itens de consumo, bolsas, equipamentos e serviços, de acordo com critérios estabelecidos pela Fundação equivalente.

A seleção dos projetos foi feita em etapas que incluíram reuniões entre representantes das FAPs e do MRC, em Brasília, entre os dias 31 de janeiro e 02 de fevereiro, na sede do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Haviam sido recebidas 18 propostas elegíveis, das quais 8 foram aprovadas pelo painel de avaliação formado por representantes das instituições envolvidas. As propostas aprovadas contemplam cinco projetos envolvendo a região Nordeste, 3 envolvendo a Região Centro-Oeste e 2 envolvendo a região Sudeste.

Acesse aqui o resultado da Chamada Pública Confap-MRC: Health Systems Research Networks.

 

Comments

comments

Deixe uma resposta