Centro de pesquisa de dados na área de saúde é inaugurado na Bahia


Um moderno centro de pesquisa para a área de saúde será inaugurado nesta quarta-feira (7). O Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs) ocupa dois andares do Parque Tecnológico e será comandado pelo Instituto Gonçalo Muniz da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz-Bahia) e com participação de várias unidades da Universidade Federal da Bahia (Ufba). O centro de pesquisa é baseado em integração de grandes bases de dados , o “big data”, que será determinante para o desenvolvimento de estudos na área de saúde, que envolvam um grande volume de dados. Ao todo, são 300 metros quadrados.

Um projeto importante de pesquisa viabilizado pelo Cidacs é a Plataforma de Vigilância de longo prazo para síndrome da Zika congênita e microcefalia. Além disso, também estão previstos estudos de questões de equidade e sustentabilidade urbana e seus efeitos na saúde; tecnologias e inovações em sistemas de informação para apoiar os Programas e Ações do SUS; bioinformática aplicada à análise de dados de alto rendimento para saúde; e epidemiologia genômica de coortes Brasileiras – Epigen.

O centro também vai contribuir para o “Coorte de 100 milhões de brasileir@s – Plataforma de estudos e avaliações dos efeitos do Programa Bolsa Família e outros Programas de Proteção Social sobre a saúde”. Segundo o coordenador do centro, que também é responsável por esse projeto, Maurício Barreto, o centro já vinha sendo elaborado, mas faltava um local para incluí-lo.

“Já vínhamos trabalhando nesse projeto da Coorte, um grande levantamento do impacto de programas sociais na saúde da população, e precisávamos vencer dificuldades sérias de infraestrutura para concretizá-lo. Quando começamos a pensar no Cidacs e ver como situá-lo na UFBA ou na Fiocruz, tivemos a oferta providencial da Secretaria de Ciência e Tecnologia em relação ao Parque Tecnológico, e isso foi uma sorte”.

Participam da iniciativa o Instituto de Saúde Coletiva, Escola de Nutrição, Faculdade de Economia, Instituto de Física e Instituto de Matemática e Estatística (Departamentos de Ciência da Computação e de Estatística), com a Fiocruz-Brasília e Fiocruz-RJ, a Universidade de Brasília (UnB), a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o Senai-Cimatec. No âmbito internacional, estão também associados a London Scholl of Hygiene and Tropical Medicine e o Farr Institute.

Comments

comments

Deixe uma resposta