Saúde Mental Global é tema de congresso no Rio de Janeiro


Pensar o panorama mundial das morbidades psiquiátricas a luz de dados colhidos de diversos institutos de pesquisa e ensino é o que proprõe o Congresso Internacional: Saúde Mental Global na era de psiquiatria baseada em evidências: construindo conhecimento em contextos culturais. O evento será realizado no Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IMS/Uerj), entre os dias 26 e 27 de novembro.

O eixo central do congresso faz referência ao movimento da Global Mental Health, iniciado no fim dos anos 2000 por psiquiatras ligados à OMS e ao National Institute of Mental Health (NIMH) – que se propõe a transformar a saúde mental em um campo de atenção prioritário nas agendas públicas, ampliando o financiamento e as práticas de assistência aos pacientes acometidos por transtornos mentais.

O evento terá como convidados pesquisadores e professores brasileiros que trabalham com temas ligados à saúde mental pública e um grupo de convidados estrangeiros, colaboradores do Departamento de Psiquiatria Social e Transcultural da Universidade de McGill, em Montreal, Canadá e da Universidade de Vanderbilt nos EUA. O grupo de pesquisadores canadenses e americanos tem como ponto de base de suas pesquisas psiquiátricas o interesse não somente pela epidemiologia psiquiátrica e pela pesquisa sobre causas fisiológicas dos transtornos mentais, mas também pela interferência do contexto cultural na facilitação de transtornos psiquiátricos.
A troca de conhecimento tem como objetivo levar a melhores proposições de políticas no campo da Saúde Mental, à geração de instrumentos para avaliação dos serviços já prestados e à ampliação de nossa compreensão dos tratamentos prestados pela atenção pública à saúde mental no Brasil.

Entre os participantes estão os abrasquianos Carmem Viana (UFES), Francisco Inácio Bastos (ICICT/Fiocruz) e Kenneth Camargo (IMS/Uerj), além dos procfessores Laurence Kirmayer, Allan Young, Ian Gold e Suparna Choudhury, da McGill University; Dominique Béhague (Vanderbilt University); Marina Denise Cardoso (UFSCar); Maria Tavares Cavalcanti, Pedro Gabriel Delgado e Octavio Serpa (IPUB/UFRJ); Erotildes Leal (FM-UFRJ); Sandra Fortes (FCM – UERJ); e Mario Dal Poz, Jurandir Freire Costa, Benilton Bezerra Jr.; Francisco Ortega, Rafaela Zorzanelli, Rossano Cabral Lima e Clarice Rios, todos do IMS/Uerj.

Comments

comments

Deixe uma resposta