Professor Leo Heller fala ao Jornal Nacional, da TV Globo


O Jornal Nacional, da TV Globo, fez ao longo da semana passada uma série de matérias especiais sobre a crise da água que assola os principais reservatórios da região sudeste.

Ao focar as estratégias adotadas pela cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, para enfrentar os períodos de estiagem e baixa precipitação de chuvas, a reportagem encerrou a matéria com a opinião de Leo Heller, professor do departamento de engenharia sanitária da Universidade Federal de Minas Gerais (DESA/UFMG) e membro do Grupo Temático Saúde e Ambiente (GTSA/Abrasco) que assumirá no próximo mês a relatoria especial sobre recursos hídricos e saneamento da Organização das Nações Unidas (ONU).

Apresentado como “fiscal” da água pela ONU, Heller destacou que, independentemente do cenário, a água não pode ser utilizada como moeda de troca e o acesso a mesma é um direito humanoa. “Há uma sazonalidade nas chuvas, nas vazões dos rios, mas não é obrigatório que a pouca água dos rios implique em falta de acesso das populações à água. Clique aqui e confira a reportagem na íntegra. Leia também a entrevista exclusiva de Heller ao Portal Abrasco.

Comments

comments

Deixe uma resposta