Luis Eugenio, presidente da Abrasco, concedeu entrevista à Rádio Nacional


10 de setembro de 2013

 

O SUS encontra-se em uma encruzilhada. Autoridades, formadores de opinião, políticos, intelectuais, muitos passaram a crer em sua inviabilidade e a apostar na saúde como negócio. A expansão do setor privado, do mercado da doença, seria a forma de assegurar atenção aos brasileiros. Segundo Luis Eugenio Portela, presidente da Abrasco, o financiamento é o principal problema do SUS. "Desde a sua criação, o SUS foi subfinanciado. A partir do momento que se expandiu o número de pessoas utilizando o serviço público de saúde com a instalação do SUS, houve uma diminuição", ressaltou.

 

Confira o áudio da entrevista do presidente da Abrasco, Luis Eugenio, concedida à Rádio Nacional.

 

audiojs.events.ready(function() {
var as = audiojs.createAll();
});

 

 

Comments

comments

Deixe uma resposta