Grande público participa da abertura da IV Mostra Nacional de Experiências da Atenção Básica/Saúde da Família em Brasília


Mais de 10 mil pessoas marcaram presença na abertura da IV Mostra Nacional de Experiências da Atenção Básica/Saúde da Família, na noite desta quarta-feira, 12, no Centro Internacional de Convenções do Brasil no Lago Sul, em Brasília. A Mostra, rica em relatos de experiências de profissionais e gestores de todo o Brasil, segue até o próximo sábado dia 15. Entre os presentes na cerimônia, o ministro da Saúde Arthur Chioro, Helvécio Magalhães (secretário de Atenção Básica) e Maria do Socorro Sousa (presidente do Conselho Nacional de Saúde).

Helvécio ressaltou a importância na valorização dos profissionais da saúde na concretização das ações da Atenção Básica no Brasil e os desafios do SUS no fortalecimento de todas as outras atividades da Saúde Coletiva. “É essencial este espaço de troca e de relatos de experiência no âmbito da Atenção Básica, principalmente porque sabemos do seu valor para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde. Os números do acesso à Atenção Básica só nos faz comemorar, mas precisamos avançar mais, sabemos disso. Necessitamos valorizar os profissionais, avançar nas melhorias das condições de trabalho, lutar por melhores salários”, disse.

Maria do Socorro Sousa lamentou que na cerimônia apenas duas mulheres estavam presentes na mesa de abertura do evento e lembrou que muitas delas fazem acontecer a Atenção Básica no Brasil com competência e paixão.  “Ainda veremos mais mulheres neste outro lado”, disse. Reforçou o seu compromisso por sistemas universais de saúde e afirmou que se faz necessário investir na universalização. “Não podemos avaliar o SUS a partir dos parâmetros da Atenção Básica, mesmo ela sendo tão essencial para a Saúde Coletiva. O SUS é muito maior que a Atenção Básica”, pontuou.

O ministro da Saúde Arthur Chioro reiterou seu compromisso com o SUS e lembrou que em 2015 haverá a 15ª Conferência Nacional de Saúde, assim como a elaboração do Plano Nacional de Saúde 2016-2019, o que vai se constituir como oportunidade para proposições. Também reforçou a importância da Atenção Básica para o SUS e o empenho do MS em ampliar o acesso e avançar na qualidade dos serviços em todo o Brasil.

A IV Mostra é uma promoção do Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde (DAB/SAS/MS), e se configura como o maior evento da Atenção Básica no Brasil. O evento está reunindo pessoas de todas as regiões do país, com o objetivo de valorizar experiências cotidianas e estimular o protagonismo local de milhares de trabalhadores, gestores e usuários do Sistema Único de Saúde. Ao todo, 4.351 relatos foram enviados de todas as regiões do país, para serem apresentados nos espaços destinados à amostragem de experiências. Destes, 100 serão premiados no fim da Mostra.

O evento está sendo palco de um intercâmbio inovador e artístico de experiências, estimulando o protagonismo local dos milhares de trabalhadores, gestores e usuários da Atenção Básica do Brasil, e, por meio de várias linguagens contribuindo para a reflexão e constante melhoria das práticas de cuidado nas Unidades Básicas de Saúde do SUS.

Programação: A Mostra está dividida em três espaços de apresentação: Cirandas de Experiências, Dedos de Prosas e Pontos de Encontro. Nas Cirandas, são 900 apresentações, com 20 minutos cada, durante os três dias de evento, de manhã e à tarde. Nos Dedos de Prosas, serão apresentados 480 relatos, de 10 minutos, das 17h30 às 19h30. Os Pontos são espaços destinados à apresentação de relatos, mas também àqueles que quiserem chegar e se amostrar, proseando sobre o que viu e tem visto na IV Mostra, ou sobre sua própria experiência.

Comments

comments

Deixe uma resposta