Cecília Minayo avalia violência em chacina de Belém


Chega a 20 mortes, 10 delas confirmadas pela secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará, e as demais ainda sem confirmação, mas denunciadas nas redes sociais do país, na chacina que teve lugar em bairros na periferia da capital paraense, durante a madrugada desta quarta-feira. Este número pode chegar a 35, segundo relatos não oficiais. Os nomes das vítimas ainda não foram confirmados. Segundo o secretário de Segurança Pública do estado, Luiz Fernandes, o número de mortos seria de nove, no entanto, em nota oficial na Agência de Notícias do Estado, foram admitidos 10 assassinatos, entre eles do de um policial militar da Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (ROTAM), que teria originado uma revanche por parte dos colegas de farda.

E é sobre este assunto, repercutido em quase todos os jornais do país, que a socióloga Cecília Minayo falou à Rádio CBN de Belém. Minayo é coordenadora científica do Claves, o Centro de Estudos Latino-Americano da Violência e Saúde. Confira a entrevista na íntegra:

 

Comments

comments

Deixe uma resposta