Recursos para a Saúde


No dia 03 de agosto, o jornal O Popular publicou o artigo “Recursos para a Saúde”, do vice-presidente da ABRASCO, Elias Rassi. Professor da Universidade Federal de Goiás e Secretário de Saúde de Goiânia, Elias faz uma reflexão sobre o reconhecimento explícito da saúde como direito de cidadania, a estruturação do Sistema Único de Saúde e as responsabilidades das esferas de governo, falando em particular do estado de Goiás. “Aqui em Goiás, a postura de recuo dos governos estaduais na organização do SUS tem feito história. A prática de transgressão dos mínimos constitucionais a serem aplicados na área e a progressiva redução dos valores gastos com saúde na esfera estadual somente comprovam a determinação política de esvaziar a presença pública nessa área e também explicam, em parte, a crescente presença das prefeituras nesse contexto. (…) É importante identificar onde ocorreram estes cortes para as reflexões. Os investimentos estaduais em saúde (construções e equipamentos) caíram de R$ 27 milhões, em 2010, para R$ 330 mil em 2011, e os gastos com material de consumo (medicamentos e insumos) de R$ 74 milhões para R$ 48 milhões e não devem alcançar R$ 15 milhões em 2012", afirma Elias. Confira o artigo completo clicando aqui.
 

Comments

comments

Deixe uma resposta