Qual o déficit da previdência social? por Carlos Ocké-Reis e Rosa Maria Marques

Este slideshow necessita de JavaScript.

Qual o déficit da previdência social? é o título do artigo de Carlos Ocké-Reis e Rosa Maria Marques na nova edição da revista Ensaios & Diálogos em Saúde Coletiva da Abrasco. Ocké é Economista, doutor em Saúde Coletiva e pós-doutor pela Yale School of Management é Técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea. Rosa é Professora titular de Economia da PUCSP. Presidente da ABrES. Especialista em políticas sociais e capitalismo contemporâneo. O artigo ‘Qual o déficit da previdência social?’ fala sobre este alardear de um déficit na previdência que justifica mais ‘reformas’ com corte de direitos brasileiros.

ACESSE AQUI O ARTIGO DE CARLOS OCKÉ-REIS E ROSA MARIA MARQUES na revista Ensaios & Diálogos em Saúde Coletiva

Sobre a PEC 55 que propõe um novo regime fiscal, fixando em zero o crescimento real das despesas primárias, Carlos Ocké comenta que não há medidas para penalizar os mais ricos, achatar as desonerações fiscais ou para reduzir os juros: o ajuste acaba se concentrando nas despesas que garantem os direitos sociais como meio de criar superávits primários crescentes, visando a diminuição da dívida pública – “Na prática, assistiremos o desmonte do SUS e a privatização do sistema de saúde, onde todo esforço para melhorar as condições de saúde das famílias brasileiras ficará à deriva, prejudicando os recentes avanços obtidos no combate à desigualdade, uma tragédia que lembra o mito de Sísifo”.

 

 

Comments

comments

Deixe uma resposta