Gulnar Azevedo avalia cenário das políticas públicas de saúde

De acordo com o Ministério da Saúde, já são 562 casos de sarampo no Brasil, doença antes considerada erradicada. Além disso, a pasta já confirmou mais de 600 mil casos de dengue durante o primeiro semestre. Gulnar Azevedo e Silva, presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva, avaliou este cenário em entrevista à Rádio TCE de Porto Alegre.

“Infelizmente estamos vendo muitas políticas públicas serem desmontadas, políticas que ofereciam uma qualidade melhor de vida estão sim sendo fragilizadas e o reflexo disso já começamos a perceber e estamos preocupados que isso possa vir a aumentar. Como prioridade precisamos garantir o que foi conquistado, o SUS é sim a melhor coisa que temos em termos de assistência e cuidado de saúde, precisamos garantir ainda a integralidade desse cuidado, uma atenção à saúde que todos deveriam ter. E isso é possível se tivermos a sociedade organizada demandando, reivindicando e monitorando essas ações” disse Gulnar.

Confira aqui a entrevista completa.

Comments

comments

Deixe uma resposta