Nota de apoio às associações das ciências sociais brasileiras

A Abrasco apoia a Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e demais entidades da área de ciências sociais que emitiram Nota de repúdio às declarações do Ministro da Educação e do Presidente da República sobre as faculdades de humanidades, nomeadamente filosofia e sociologia.

A Associação Brasileira de Saúde Coletiva vem a público apoiar as associações das ciências sociais brasileiras, compartilhando sua preocupação face às recentes declarações da Presidência da República e do Ministério da Educação relativas ao estatuto da filosofia e das ciências sociais no Brasil. O diálogo com as ciências humanas e sociais, incluída a filosofia, é constitutivo do campo da Saúde Coletiva e tem sido crucial para a formulação e avaliação de políticas públicas em saúde, para a compreensão da distribuição diferencial de doenças e agravos pelos diferentes grupos sociais e para o enfrentamento dos complexos processos de saúde e doença. O conhecimento produzido por tais ciências é estratégico para superar a crise atual e minimizar seus efeitos sobre a saúde da população brasileira.

 

 

 

Comments

comments

Deixe uma resposta