Nota da Abrasco em defesa do Censo Demográfico 2020

A Associação Brasileira de Saúde Coletiva vem a público manifestar sua preocupação com as propostas sugeridas nas declarações do ministro Paulo Guedes, de redução do orçamento destinado ao Censo Demográfico 2020, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o que pode afetar diretamente seus resultados.

O Censo Demográfico é feito no Brasil desde 1872 e ao longo dos anos vem sendo constantemente aprimorado, mantendo qualidade técnica e científica, fazendo com que o trabalho gerado e divulgado pelo o IBGE seja reconhecido nacional e internacionalmente. Dentro de uma política de austeridade, as ameaças de corte de 25% em seu orçamento podem levar à redução da informação e da cobertura do Censo 2020, o que irá comprometer o planejamento e monitoramento de todas as políticas públicas em curso, além de afetar gravemente as projeções futuras de nossos indicadores.

Na área da saúde, especificamente, os prejuízos serão imensuráveis em vários aspectos. Todos os indicadores de saúde utilizados para programação, monitoramento e mesmo pagamento das ações de saúde realizadas no Sistema Único de Saúde (SUS) são calculados com base nos denominadores populacionais estimados pelo IBGE. A desagregação de informações pelas áreas de ponderação é essencial para conhecer o perfil demográfico, social e econômico em todos os pequenos municípios do país e em áreas distintas de municípios maiores. Não é possível, portanto, abrir mão da coleta de informações reduzindo equipes ou áreas a serem visitadas. Além disso, para a construção de séries históricas sobre as condições de saúde, confia-se no princípio da comparabilidade dos dados. Portanto, uma quebra em qualquer das etapas do processo do Censo, seja reduzindo o tamanho do questionário ou a equipe de coletadores, pode levar a erros importantes e comprometer em muito a vigilância em saúde e a necessidade de recursos destinados à atenção, à prevenção de doenças e à promoção da saúde.

Entendemos que o IBGE pela qualidade técnica científica de seu corpo técnico é motivo de orgulho para nós brasileiros. Nós nos somamos às demais entidades que defendem a manutenção do Censo 2020 e a integralidade da instituição.

Comments

comments

Deixe uma resposta