Abrasco manifesta solidariedade à colombiana Sara Yaneth Fernández

 

Professora sofreu atentado por arma branca em sua casa em Medelín

A professora Sara Yaneth Fernández da Universidade de Antioquia de Medellín, ativista da Alames (Asociacion Latinoamericana de Medicina Social y Salud Colectiva), foi vítima de um atentado em sua residência na madrugada de quarta-feira (04). O quadro médico de Sara é estável. A professora, inclusive, gravou um vídeo falando sobre o atentado e classificando-o como um ataque à universidade pública. A Alames denunciou os ataques aos defensores de direitos humanos e à comunidade acadêmica na Colômbia. Em nota a Abrasco manifesta indignação perante o atentado e solidariedade à Sara e à comunidade da Universidade de Antioquia. Confira a nota:

A Associação Brasileira de Saúde Coletiva manifesta indignação diante do atentado sofrido pela Professora Sarah Fernandes da Universidade  de Antioquia de Medellin Colômbia cujo significado atinge as universidades públicas que estão sob ameaças naquele e em diversos países latino americanos. Declaramos nossa solidariedade à Sarah e a toda comunidade da Universidade de Antioquia ao mesmo tempo que reafirmamos nossa intransigente defesa da universidade pública e do respeito às estas instituições indispensáveis ao desenvolvimento justo e soberano dos nossos países.

Na semana do 8 de março quando mulheres feministas de todo o mundo se mobilizam por um mundo menos desigual ,Sarah Fernandes , uma integrante da Red de Género da Alames , sofre esse atentado. Queremos daqui deixar uma mensagem à Sarah:  estamos juntas, mobilizadas e em luta por direitos iguais para todos e todas , por saúde e por democracia.

+ Confira aqui a nota da Mesa Amplia Nacional de Profesoras e Profesores de Universidades Públicas (MANPUP)

Veja o vídeo gravado por Sara Fernández:

Comments

comments

Deixe uma resposta