Rio de Janeiro recebe a Caravana Agroecológica e Cultural


Durante os dias 19 e 22 de novembro de 2013 será realizada a Caravana Agroecológica e Cultural da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Nos três dias de atividades, agricultores, associações de produtores rurais, organizações e estudantes estarão envolvidos em uma programação que inclui visitas a experiências de agricultura urbana e periurbana, atividades culturais e feiras, assim como a promoção de espaços para o debate sobre as questões de conflito ambiental e territorial nesta região, que mesmo tendo 99,7% de sua população em área urbana, busca o fortalecimento de sua agricultura e dos agricultores que ainda permanecem neste território.


III ENA e a metodologia das Caravanas

As Caravanas Agroecológicas e Culturais compõem o processo de preparação do III Encontro Nacional de Agroecologia (ENA), que será realizado no primeiro semestre de 2014 em Juazeiro na Bahia. Uma das questões centrais para este III ENA é a comunicação com a sociedade como um fator decisivo no processo de fortalecimento da agricultura familiar e dos povos e comunidades tradicionais. Neste sentido a organização das Caravanas é uma atividade fundamental de mobilização das regiões e de debate dos principais temas do Encontro.

A Caravana da Região Metropolitana ganha força com o sucesso da realização das Caravanas da Zona da Mata de Minas Gerais, Santarém e Chapada do Apodi no Ceará. As caravanas têm o objetivo de estimular dinâmicas capilarizadas de mobilização social, visando um mergulho em distintas realidades nas quais a agroecologia e o agronegócio disputam espaço físico, político e ideológico como expressão de projetos opostos para o mundo rural. Também é objetivo destas mobilizações o debate a cerca dos variados contextos socioambientais e culturais em que o campo agroecológico vem se constituindo no Brasil.

A proposta é que as redes e organizações de determinados territórios se preparem para apresentar e debater a realidade da disputa territorial com diferentes delegações compostas por agricultores e agricultoras, representantes de povos e comunidades tradicionais e assessores/as, e vindas de outras regiões do mesmo estado ou de estados próximos.

Caravana Agroecológica e Cultural da Região Metropolitana do Rio de Janeiro está sendo realizada pelas Organizações que compõem a Articulação de Agroecologia do Rio de Janeiro (AARJ) e tem como objetivos olhar para este território, mobilizar e articular experiências em agroecologia, bem como, debater os conflitos territoriais existentes. Além disso, a caravana pretende ser um momento de diálogo com a sociedade para explicar porque produzir de forma agroecológica é viável do ponto de social, ambiental e econômico.

Comments

comments

Deixe uma resposta