Manifesto de Repúdio pelo Assassinato dos Pescadores de AHOMAR


Em indignação pelo assassinato de dois pescadores da Associação Homens e Mulheres do Mar (AHOMAR), a ABRASCO subscreve o manifesto que exige medidas imediatas de investigação dos fatos, proteção e garantia à vida dos pescadores artesanais ameaçados. Em um contexto de desarticulação da segurança pública na região e ameaças contra os pescadores, Almir Nogueira de Amorim e João Luiz Telles foram assassinados no dia 22 de junho, em Magé. A AHOMAR representa os pescadores artesanais de sete municípios da Baía de Guanabara e possui 1870 associados. Desde 2007 vem denunciando sistematicamente as violações e crimes ocorridos na construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (COMPERJ), um dos maiores investimentos da história da Petrobrás e parte do Plano de Aceleração do Crescimento. Leia o Manifesto clicando aqui.

Comments

comments

Deixe uma resposta