Ricardo Ventura Santos é eleito para Academia Brasileira de Ciências

Ricardo Ventura Santos numa das sessões do Abrascão 2018 – Foto: Abrasco

Mais um quadro da Saúde Coletiva é reconhecido por pares do meio científico pela excelência de sua colaboração ao conhecimento produzido no país. Em Assembleia Geral Ordinária realizada em 3 de dezembro, a Academia Brasileira de Ciências (ABC) elegeu novos acadêmicos para compor seu corpo de membros titulares. Entre eles, Ricardo Ventura Santos, pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) e professor do Departamento de Antropologia do Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (MN/UFRJ).

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade de Brasília, com doutorado em Antropologia pela Indiana University – Bloomington e pós-doutorados nos EUA (MIT e University of Massachusetts) e na Alemanha (Max Planck Institute for the History of Science), Santos dedica-se há mais de 30 anos a pesquisas sobre a temática da saúde e demografia dos povos indígenas. Em 2000, foi um dos criadores do Grupo Temático Saúde Indígena da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (GTSI/Abrasco).

Da sua criação aos dias atuais, o Grupo tem se notabilizado por ser um destacado fórum de discussão da agenda da saúde indígena, tanto no meio científico como social, construindo pontes entre pesquisadores nacionais e internacionais, lideranças indígenas e demais ativistas, além de realizar projetos de grande vulto, como, por exemplo, o Primeiro Inquérito Nacional de Saúde e Nutrição dos povos indígenas, realizado de 2008 a 2012.

Com a titulação, Santos ingressa no rol dos abrasquianos também integrantes titulares da ABC, como Bruce Duncan, Cesar Victora, Maria Inês Schmit e Maurício Barreto, sendo o primeiro integrante da Saúde Coletiva a ingressar na área das Ciências Sociais da ABC, que no presente momento conta com 28 acadêmicos na categoria Titular. A cerimônia de posse será realizada em maio de 2020, no Rio de Janeiro, durante a Reunião Magna da Academia.

Comments

comments

Deixe uma resposta