Repercussão da imprensa sobre nomeação de Valencius Wurch Duarte Filho


A terça-feira amanheceu com várias notícias sobre a nomeação pelo Ministro da Saúde Marcelo Castro, do médico psiquiatra Valencius Wurch para a Coordenação nacional de Saúde Mental. Wurch, no entanto, tem história. Ele foi diretor de manicômio privado fechado em 2012 pela Justiça por denúncias graves de maus-tratos. A Nota Pública contra a nomeação de Valencius Wurch Duarte Filho para a CGMAD/MS, publicada ontem no site da Abrasco, é citada por vários jornalistas.

No jornal Folha de São Paulo, a jornalista Claudia Colucci escreve que o ex-diretor de manicômio conduzirá política de saúde mental no país Nomeação de um ex-diretor de manicômio para a Coordenação Nacional de Saúde Mental, pelo ministro da Saúde, Marcelo Castro, provocou protestos em todo o país.

Jornal O Globo – Mudança na Saúde gera protestos no país Um texto assinado por entidades como a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), levanta preocupações quanto ao progresso da reforma psiquiátrica após a nomeação do coordenador da área.

Saúde! Brasileiros – Entidades criticam nomeação de diretor de manicômio que violava direitos humanos  Diversas entidades de saúde mental emitiram notas de repúdio nesta semana contra a nomeação do médico psiquiatra Valencius Wurch Duarte Filho para o cargo de Coordenador Geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde. O médico foi nomeado por Marcelo Castro, ministro da pasta. Uma nota foi emitida pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

Comments

comments

Um comentário sobre “Repercussão da imprensa sobre nomeação de Valencius Wurch Duarte Filho

Deixe uma resposta