Rede DCNT ganha espaço na internet e divulga monitoramento de plano


Desde o início do ano, a Abrasco e a Aliança de Controle do Tabagismo (ACT) estão empenhadas em organizar, junto à sociedade civil, ações para a disseminação de conhecimento e controle das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). O trabalho começa a apresentar frutos com o lançamento do espaço da Rede DCNT na internet.

A página, sediada no site da ACT, será um espaço para a divulgação das ações e de pesquisas relacionadas a doenças como pressão arterial, câncer, diabetes e outras. A maioria das causas dessas doenças está relacionada a hábitos não saudáveis diários de milhões de brasileiros, como o tabagismo, a má alimentação e a falta de atividades físicas. As DCNT são as principais causas de morte no Brasil, sendo responsáveis, em2007, por 72% dos óbitos ocorridos no país. Diante desse quadro, o Ministério da Saúde assumiu o compromisso em relação a esse conjunto de doenças e lançou o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis no Brasil, 2011-2022.

Monitoramento: Para marcar o novo espaço, a Rede DCNT publicou recentemente um documento que traz o resultado do primeiro monitoramento do plano ministerial. O foco principal da análise centraram-se nas propostas do eixo Promoção da Saúde. Entre os apontamentos feitos, há o reconhecimento de avanços, como o aprimoramento do sistema de vigilância; implementação de políticas efetivas do controle do tabagismo e a elaboração do novo guia alimentar para a população brasileira.

Entre os desafios ainda a serem alcançados, estão a busca de melhorias nos mecanismos de governança e participação da sociedade civil na implementação e monitoramento do plano; adoção de políticas fiscais visando a redução do consumo de bebidas alcóolicas e açucaradas; e a criação de mecanismos de salvaguarda das ações de enfrentamento das DCNT frente aos interesses das indústrias. Além da Abrasco, entidades como a seção paulista da Associação Médica Brasileira (AMB–SP), o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), a Associação Brasileira de Nutrição (Asbran), o Centro Brasileiro de Estudos de saúde (Cebes) e o Hospital do Coração, de São Paulo, (HCor) compõem a Rede DCNT.

Comments

comments

Deixe uma resposta