Prefeitura de Goiânia cria força-tarefa em apoio ao Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva


Representantes de sete pastas da Prefeitura de Goiânia se reuniram no final da tarde desta segunda, 26, para definir tarefas do grupo de apoio municipal ao 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva que acontecerá em Goiânia, de 28 de julho a 1º de agosto, no Campus II da Universidade Federal de Goiás (UFG) em Goiânia.

Participaram do encontro, realizado no 6º andar do paço Municipal, secretários e diretores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Secretaria de Cultura (Secult), Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), Secretaria Municipal de Trânsito (SMT), Guarda Civil Metropolitana (GCM), Comurg e Secretaria Municipal de Indústria e Comércio (Semic).

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, trata-se do maior congresso da área de saúde no Brasil, pois a média de público é de 8 a 10 mil pessoas. O chefe de gabinete da Prefeitura de Goiânia, Olavo Noleto, falou em nome do prefeito Paulo Garcia e pediu empenho das secretarias no apoio ao evento. Cada uma das pastas vai enviar no dia 12 de fevereiro as propostas de atuação. O objetivo é receber bem os milhares de congressistas que estarão na capital goiana.

Carinhosamente conhecido como Abrascão, o congresso reúne sanitaristas, epidemiologistas, cientistas políticos, cientistas sociais, comunicadores, especialistas em políticas públicas, profissionais e trabalhadores da saúde, gestores e técnicos da saúde, além de militantes de movimentos sociais e de entidades da sociedade civil atuantes na área da saúde. O Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva é um dos mais importantes fóruns científicos da área em todo o mundo. O evento acontece a cada três anos e sedia a Assembleia Geral da entidade, que define sua nova diretoria e conselho.

Acesse o site do 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e inscreva-se.

Comments

comments

Deixe uma resposta