Nexo relata perda de soberania alimentar com decisão

Foto: Reprodução na Internet

O portal Nexo elaborou uma matéria explicando o que é o Consea (Conselho Nacional de Segurança Alimentar), excluído na reorganização da estrutura governamental do Executivo: “Combate à fome, alimentação saudável, merenda escolar, agricultura familiar, presença de agrotóxicos ou de componentes geneticamente modificados em alimentos estão entre os assuntos abordados por um órgão cujo destino se tornou incerto no governo de Jair Bolsonaro”, escreve o repórter Camilo Rocha.

Além de explicar a estrutura do órgão consultivo diretamente ligado à Presidência da República – fundado em 1993, no governo Itamar Franco, extinto pelo governo FHC e reativado em 2003, no governo Lula – a matéria cita a reação da cidade civil, incluindo nota da Abrasco. Leia trecho:

Uma carta assinada por representantes da sociedade civil no Consea repudiou as mudanças. Segundo o texto, o novo governo pretende “esvaziar” as atribuições do conselho. Para os representantes, o encerramento de um “importante instrumento de escuta da sociedade civil” trará prejuízo à qualidade de políticas públicas na área. Em nota, a Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Coletiva), entidade de profissionais de medicina social, declarou que, com a medida, “fica automaticamente fechado o principal canal de diálogo” da sociedade civil com o governo sobre temas ligados a áreas de alimentação e nutrição.

Matéria completa aqui. 

Comments

comments

Deixe uma resposta