Escolhidos os novos editores científicos da Revista Brasileira de Epidemiologia


Os pesquisadores Moisés Goldbaum e Mario Vianna Vettore, são os novos editores científicos da Revista Brasileira de Epidemiologia (RBE). A seleção foi fruto de  um processo de chamada pública realizado pela Abrasco para selecionar profissionais para trabalharem juntamente com a atual editora, professora Marcia Furquim, na condução da revista.

O processo seletivo foi conduzido por um comitê de pesquisadores de notório saber na área da Epidemiologia, nomeado pela diretoria e pelo conselho da Abrasco, composto por Cesar Victora, Maurício Barreto e Guilherme Werneck.

A responsabilidade da editoria científica é gerir os diversos processos de criação e produção da revista, empreender a reflexão permanente sobre os seus rumos e dialogar de forma continuada com os diversos grupos envolvidos, em especial, com os cientistas da área, mas também com dirigentes e profissionais dos serviços de saúde. Vale dizer, ainda, que a nova equipe vai renovar o Corpo Editorial da RBE.

Marcia Furquim explica que a Revista tem recebido uma submissão crescente de artigos, “assim é em boa hora que a RBE recebe o reforço de Moisés Goldbaum e Mario Vianna Vettore para compor esta editoria científica. A RBE, agora com três membros, terá um mais ágil processo editorial, o que fortalece a posição hoje ocupada pela Revista no cenário brasileiro”, avalia Marcia.

Ela lembra ainda que a Revista Brasileira de Epidemiologia é uma publicação da Abrasco desde 1997 e que ao longo deste tempo a publicação tem acompanhado o crescimento da produção cientifica da área de saúde coletiva no país. A produção cientifica da área de  Epidemiologia situa-se em 17º lugar no mundo e o Brasil é uma liderança na América Latina, respondendo  por cerca de metade das citações recebidas, segundo o SJR – Scientific Journal Rankings. A RBE está indexada no SciELO, MEDLINE e Scopus. Considerando o fator de impacto das revistas da coleção SciELO Saúde Pública a RBE encontra-se em 4º lugar entre estes periódicos.


Mario Vianna Vettore

É doutor em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca – Fundação Oswaldo Cruz (2006) e participou do Programa de Estágio de Doutorado no Exterior no Department of Epidemiology and Public Health – University College London (2006). Tem experiência e interesse em pesquisa em Epidemiologia e Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia Bucal, Qualidade de Vida Relacionada à Saúde Bucal, Iniquidades Sociais em Saúde e Revisões Sistemáticas em Odontologia.

Moisés Goldbaum

É médico sanitarista, doutor em Medicina Preventiva pela Universidade de São Paulo. Foi presidente da Abrasco e representou a área de Saúde Coletiva na coordenação de aperfeiçoamento de pessoal de nivel superior – Capes. Foi Secretário de ciência, tecnologia e insumos estratégicos do Ministério da Saúde. Sua produção intelectual concentra-se nas áreas de epidemiologia (que compreende, mais recentemente. estudos em vigilância epidemiológica, inquéritos de saúde e desigualdades em saúde) e ciência e tecnologia.

Comments

comments

Deixe uma resposta