Mauricio Barreto eleito para a Academia Mundial de Ciências


epidemiologista Maurício Barreto, docente e pesquisador do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA e ex-vice-presidente da Abrasco foi eleito esta semana para fazer parte do seleto grupo de integrantes da Academia Mundial de Ciências. Ele é um dos 11 brasileiros que está entre os 52 novos indicados para a associação que promove o avanço da ciência em países em desenvolvimento.

O seu último artigo, veiculado este ano na revista The Lancet, relaciona a redução da taxa de mortalidade infantil em um grupo de pessoas beneficiadas pelo programa Bolsa Família, do Governo Federal.

O pesquisador baiano, que é mestre em Saúde Comunitária pela Ufba e Ph.D em Epidemiologia pela Universidade de Londres tem um vasto currículo e já ocupou diversos cargos na universidade baiana.

Barreto será um dos coordenadores, ao lado do professor Sebastião Loureiro, do V Seminário de Gestão de Tecnologia e Inovação em Saúde, que ocorrerá na próxima quinta (10) e sexta-feira (11), na Bahia.

O evento vai reunir pesquisadores do Brasil, Reino Unido, Itália e Espanha e terá como tema a avaliação do impacto de intervenções na saúde das populações. O encontro, promovido pelo Instituto Nacional de Inovação e Tecnologia em Saúde, em parceria com o ISC já tem 20 palestrantes confirmados, dentre eles, a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello.

“Pela primeira vez vamos debater no Brasil um tema que interessa a um conjunto de atores, pesquisadores, gestores, empreendedores, sociedades científicas e organizações sociais, importantes na formulação de Políticas Públicas para o Setor de Saúde”, antecipa o professor do ISC Sebastião Loureiro, que é um dos coordenadores do seminário.

Comments

comments

Um comentário sobre “Mauricio Barreto eleito para a Academia Mundial de Ciências

Deixe uma resposta