Livraria da Abrasco lista os mais vendidos de 2016

Este slideshow necessita de JavaScript.

Confira a lista dos 10 livros mais vendidos durante todo o ano de 2016, na Abrasco Livros. Acesse o site e veja como adquirir estas e outras publicações da Saúde Coletiva, em abrascolivros.com.br

1 – QUE É O SUS?, O – COL. TEMAS EM SAÚDE
JAIRNILSON SILVA PAIM
A luta pelo direito à saúde e pela consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro tem se expressado a partir da articulação de trabalhadores dos campos da saúde, pesquisadores e militantes dos movimentos sociais nas duas últimas décadas. Este livro busca esclarecer o que é, o que não é, o que faz, o que deve fazer e o que pode fazer o SUS. É destinado a todos que estão na luta por uma saúde pública de qualidade, aos trabalhadores do SUS, estudantes, pesquisadores, militantes de movimentos sociais e a sociedade em geral.

2 – DESAFIO DO CONHECIMENTO, O – PESQUISA QUALITATIVA EM SAÚDE
MARIA CECÍLIA DE SOUSA MINAYO
O desafio do conhecimento” apresenta um conteúdo ampliado e aprimorado das oito edições anteriores, trazendo ao leitor uma reflexão sobre pesquisa social e pesquisa qualitativa em saúde. A autora oferece aos leitores orientações sobre teoria, metodologia, estratégias, técnicas e exemplos práticos. Por isso, este livro apresenta também instrumentos práticos para o passo de uma investigação.

3 – MAPAS DO CUIDADO, OS – O AGIR LEIGO NA SAÚDE
LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA CECÍLIO, GRAÇA CARAPINHEIRO E ROSEMARIE ANDREAZZA (ORGS.)
A idéia central do livro é que o cuidado em saúde será sempre coproduzido pelos usuários (os leigos) e pelos ?especialistas da saúde? (profissionais de saúde, gestores, estudiosos), por mais que os últimos, no fundo, pensem que cabe ao usuário apenas usar, presos que ficam a uma tautologia que se recusa a reconhecer um usuário-fabricador de caminhos e de significações , a partir das peças ou dos elementos da máquina da saúde.

4 – PROMOÇÃO DA SAÚDE: CONCEITOS, REFLEXÕES, TENDÊNCIAS
DINA CZERESNIA E CARLOS MACHADO DE FREITAS (ORGS.)
A ideia de promoção procura relacionar saúde e condições de vida, ressaltando a necessidade de uma vida saudável e a importância da participação coletiva e das habilidades individuais neste processo. Promoção da Saúde: conceitos, reflexões, tendências aponta a multiplicidade e a vitalidade da saúde coletiva brasileira nesta área, afirmando-se como uma reflexão crítica e nada reducionista acerca dos discursos e dos conceitos originários a partir deste tema. O livro se constitui de oito artigos que abordam, de diferentes maneiras, o tema da promoção da saúde, que aqui não é encarada unicamente como um movimento político sanitário, mas também como temática de investigação. A discussão teórica de conceitos, tais como saúde, risco, vulnerabilidade, intersetorialidade e vigilância, torna evidente os desafios surgidos e ainda existentes nas tentativas de mudança das práticas de saúde na atualidade.

5 – DESERDADOS SOCIAIS – CONDIÇÕES DE VIDA E SAÚDE DOS PRESOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
MARIA CECÍLIA DE SOUZA MINAYO E PATRÍCIA CONSTANTINO (ORGS.)

6 – TEORIA DO CONHECIMENTO, A – UMA INTRODUÇÃO TEMÁTICA
PAUL K. MOSER, DWAYNE H. MULDER E J.D.TROUT

7 – 10 LIÇÕES SOBRE FOUCAULT – COL. 10 LIÇÕES
ANDRÉ CONSTANTINO YAZBEK
Este livro propõe ao leitor uma apresentação introdutória à obra de Michel Foucault, centrada principalmente em sua arqueologia e genealogia. Uma apresentação que, sem prejuízo ao rigor exigido pelas investigações foucaultianas, procure tornar acessível ao público não especializado tanto o conjunto de problemas ao qual essa filosofia se remete quanto os instrumentos conceituais dos quais ela se serve.

8 – CAMINHOS DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA BRASILEIRA: PROTEGER, VIGIAR, REGULAR
ANA FIGUEIREDO

9 – DOSSIÊ ABRASCO: OS IMPACTOS DOS AGROTÓXICOS NA SAÚDE
A publicação, com mais de 600 páginas, colorida e ilustrada, reúne as três partes revisadas do Dossiê Abrasco lançadas ao longo de 2012, além de uma quarta parte inédita intitulada ?A crise do paradigma do agronegócio e as lutas pela agroecologia?. O livro é uma co-edição da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fiocruz, e da editora Expressão Popular. Este capítulo inédito, concluído em outubro de 2014, foi dedicado à atualização de acontecimentos marcantes, estudos e decisões políticas, com informações que envolvem os agrotóxicos, as lutas pela redução dessas substâncias e pela superação do modelo de agricultura químico-dependente do agronegócio. A leitura desse cenário mais recente revela que a situação do país em relação aos agrotóxicos está ainda mais grave e que a correlação de forças no campo social propicia desafios maiores.

10 – QUE É SAÚDE?, O – COL. TEMAS EM SAÚDE
NAOMAR DE ALMEIDA FILHO
Durante muito tempo, a saúde foi entendida simplesmente como o estado de ausência de doença. Considerada insatisfatória, esta definição de saúde foi substituída por outra, que engloba bem-estar físico, mental e social. Embora mais abrangente, o novo conceito não está livre de dificuldades, sobretudo quando se leva em conta a legitimidade dos movimentos que defendem a ?saúde para todos?. ?A partir daí, a sociedade literalmente bate à porta das instituições acadêmicas e científicas que supostamente deveriam saber o que é, como se mede e como se promove ?essa tal de saúde??, problematiza o autor, que é professor de Epidemiologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Ao contrário do que possa parecer à primeira vista, a obra demonstra que a definição de saúde não é trivial e constitui grande lacuna epistemológica no campo da saúde coletiva. Os capítulos retomam os debates filosófico, teórico, metodológico e pragmático sobre saúde, doença e noções correlatas, como vida e qualidade de vida, morte, sofrimento, cuidado e iniquidades.

Comments

comments

Deixe uma resposta