Comunicação e Saúde no Abrascão 2015


Um congresso com as especificidades do Abrascão é construído quase que a seguir ao fim da edição anterior: é preciso que o trabalho seja feito com o comprometimento de muita gente. Reunir pesquisadores, professores, alunos de graduação e de pós-graduação, gestores, profissionais, trabalhadores da saúde e representantes de comunidades e territórios envolvidos e comprometidos com a Saúde Coletiva e a Reforma Sanitária Brasileira requer o olhar atento daqueles que fazem da Abrasco uma associação, e este grupo é formado pelos pesquisadores da Saúde Coletiva, associados à Abrasco e participantes das Comissões, Grupos Temáticos (GTs), Redes, Fóruns e um Comitê de Assessoramento.

Para mostrar a construção de um dos mais importantes fóruns científicos da área em todo o mundo, a Abrasco está produzindo a Série ‘Construindo o 11º Abrasco’. Nesta edição, conheça como será a participação do Grupo Temático Comunicação e Saúde, em Goiânia.

Comunicando Saúde Coletiva

Desde sua criação, o GT Comunicação e Saúde apresenta como principal proposição o reconhecimento de que a comunicação é uma dimensão central da saúde e fundamental para as propostas da Reforma Sanitária e do Sistema Único de Saúde – SUS. Para a programação do congresso, o Grupo propôs 4 atividades, além da coordenação das Comunicações Coordenadas sob o temário da Comunicação e Saúde.

Para a coordenadora do Grupo, professora Wilma Madeira, o tema do Abrascão de 2015 ‘Saúde Desenvolvimento e Democracia ‘expressa a necessidade sentida de compreendermos cada vez mais e melhor interfaces sociais que permeiam campos como os da Saúde Coletiva e da Comunicação Social ‘seus significados, práticas de gestão e de trabalho que produzem (e por vezes reduzem) processos democráticos. Reconhecemos que é fundamental criar espaços de ensino, de pesquisa, de participação e de democratização institucional para produzir modos de gestão que promovam a socialização dos saberes. Nossa expectativa é que esse encontro no 11o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, no coração do cerrado brasileiro, seja significativo para nossas trocas e achados, seja promissor para nossas construções de espaços e redes, seja potente para enfrentarmos o desafio do SUS universal’ explica Wilma.

O GT está organizando ainda uma reunião com os componentes que tiverem a possibilidade de irem até Goiânia, ‘encaminharemos aos nossos membros, proposição de mudanças e reorganização’ adianta Wilma, porém não está confirmada para este momento, a alteração dos membros e coordenação do Grupo. Os membros Rodrigo Murtinho, Maria Ligia Rangel Santos, Nilson Moraes, Janine Cardoso Miranda e Wilma Madeira serão coordenadores das sessões de Comunicação, cujos títulos refletem a atualidade do grupo, mostrando Experiências e Pesquisas em Comunicação e Saúde na Abrasco Jovem, no Ensino, Políticas e Serviços, Olhar Social, Mídia Impressa, Análise Política, Polifonias e Sentidos, além dos Serviços, Gestão e Trabalho.

Confira aqui as atividades do GT Comunicação e Saúde no Abrascão 2015:

SEGUNDA-FEIRA DIA 27 DE JULHO
Curso ‘Comunicação em Saúde -Desafio para as Intervenções em Vigilância da Saúde’ (atividade articulada com o GT de Vigilância Sanitária)
Estelio Gomberg – Universidade Estadual de Santa Cruz (BA)
Wilson Couto Borges – Fiocruz (RJ)

Oficina ‘Ensino de Comunicação e Educação nos Cursos de Graduação em Saúde Coletiva’
Coordenadora: Maria Ligia Rangel Santos – UFBA (BA)
Coordenadora: Cristianne Maria Famer Rocha – UFRGS (RS)

QUARTA-FEIRA 29 DE JULHO
Mesa Redonda ‘A Saúde como Construção e Objeto Midiático’
Coordenador: Nilson Moraes – UNIRIO (RJ)
Expositor: Janine Miranda Cardoso – Fiocruz (RJ)
Expositor: Maria Ligia Rangel Santos – UFBA (BA)
Expositor: Fernando Lefèvre – Faculdade de Saúde Publica da USP (SP)

Mesa Redonda ‘A Comunicação e Nossa Prática na Construção da 15ª CNS’
Coordenadora: Maria do Socorro de Souza – Conselho Nacional de Saúde (DF)
Expositor: Rodrigo Murtinho de Martinez Torres – ICICT/Fiocruz (RJ)
Expositor: Áurea da Rocha Pitta – Fundação Oswaldo Cruz (RJ)

Comments

comments

Deixe uma resposta