Ciência & Saúde Coletiva ganha premiação internacional

Realizada em 04 de setembro em Brasília, a premiação Research Excellence Awards Brazil trouxe à luz novos dados sobre o avanço da produção científica nacional dos últimos cinco anos e concedeu à revista Ciência & Saúde Coletiva uma das premiações do evento, figurando mais um reconhecimento da contribuição da publicação, em particular, e de todo o campo da Saúde Coletiva, no geral, para o desenvolvimento do conhecimento científico feito em nosso país e com alcance internacional.

O evento, promovido pelo Web of Science Group, da Clarivate Analytics Company, teve como objetivo divulgar a pesquisa “Research in Brazil: Funding Excellence”, que buscou identificar e destacar a excelência em pesquisa produzida no Brasil entre 2013 e 2018.

Após a apresentação do documento e das falas de Anand Dessai, conselheiro de avaliação do Institute for Scientific Information (ISI); de Abel Packer, Diretor do Programa SciELO, e de Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor de Ciências da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), foram entregues premiações em 5 categorias.

Editada pela Abrasco, Ciência & Saúde Coletiva foi a ganhadora na categoria Contributions to SciELO Citation Index (2013-2018),  disputando a comenda com outras 2 publicações finalistas. As 5.327 citações em mais de 2 mil papers publicados na SciELO ao longo do período evidenciaram a força do periódico e o seu papel na consolidação do trabalho feito pela base científica.

O prêmio foi recebido pelo próprio Abel Packer a pedido de Cecília Minayo, editora-chefe da publicação, que não pôde comparecer ao evento. “A SciELO conseguiu atingir um patamar de respeito, o que lhe garantiu um lugar de excelência na ciência mundial. O prêmio é resultado e fruto do trabalho do grupo executivo, dos editores, do conselho de política editorial, dos pareceristas e claro, dos colaboradores que publicam os artigos. É um prêmio coletivo”, enfatizou Cecília em comunicado à comunidade científica.

Reconhecimento e internacionalização: Essa não é a primeira vitória de C&SC neste ano de 2019. Pela primeira vez, a publicação ultrapassou a marca de 1 ponto no fator de impacto da Journal Citation Reports (JCR), editado também pela Clarivate Analytics Company – alcançou o índice 1:008 “Ou seja, ultrapassou a barreira do som!” brincou Cecília em artigo publicado em julho no site da Revista. O desempenho deve-se, sobretudo, à tradução dos textos para o inglês, analisa a editora-chefe. A publicação também mantém o primeiro lugar no ranking do Google Acadêmico dentre todos os periódicos científicos publicados em língua portuguesa nos últimos dois anos. Leia, divulgue e acesse Ciência & Saúde Coletiva.

Comments

comments

Deixe uma resposta