Abrasco e mesa diretora do CNS discutem ações do controle social

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gulnar Azevedo e Silva, presidente da Abrasco, e Geraldo Lucchese, integrante do Grupo Temático Vigilância Sanitária (GTVisa/Abrasco) estiveram reunidos com a mesa diretora do Conselho Nacional de Saúde (CNS) no último dia 03, na sede do Conselho, em Brasília.  A pauta da reunião destacou a participação do movimento sanitário nas ações e discussões do controle social em saúde, tanto na apresentação formal do documento  “Pela Garantia do Direito Universal à Saúde no Brasil – Contribuição da Abrasco aos debates da 8ª + 8 CNS“, produzido pela entidade para a 16ª Conferência Nacional de Saúde, como pela discussão da participação do CNS no 8º Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária – 8º Simbravisa, que será realizado de 23 a 27 de novembro em Belo Horizonte (MG).

“Neste encontro com os membros do CNS pudemos reafirmar que acreditamos na participação da sociedade organizada como estratégia fundamental para a garantia do direito à saúde e para o fortalecimento do SUS” ressaltou Gulnar Azevedo a Fernando Pigatto, presidente do CNS e demais conselheiros nacionais de saúde presentes na reunião.

O 8º Simbravisa terá como tema “Democracia e Saúde: caminhos e descaminhos da Vigilância Sanitária” e já conta com 1.304 trabalhos inscritos com temáticas da vigilância sanitária, com ênfase em situações críticas como desastres ambientais em Minas Gerais, agrotóxicos, segurança do paciente, entre outros.

O simpósio reunirá trabalhadores, gestores e pesquisadores para a reflexão teórica e prática da vigilância sanitária no país. “O congresso vai apontar o que a vigilância sanitária acumulou nestes últimos tempos em termos de promoção e proteção da saúde, para assegurar a qualidade de todos os insumos utilizados no SUS”, afirma a presidente da Abrasco, Gulnar Azevedo e Silva.

À tarde do mesmo dia 3, Gulnar prestigiou a abertura do Congresso do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde – XXXV Conasems –acompanhada de José Ivo Pedrosa, diretor da Abrasco.

Comments

comments

Deixe uma resposta