GT Promoção da Saúde e Desenvolvimento Sustentável define planejamento e nova coordenação

Este slideshow necessita de JavaScript.

Reorganizar para criar novas ideias e se preparar para as novas batalhas. Nos dias 11 e 12 de novembro, na Faculdade de Saúde Pública da USP, em São Paulo, o GT Promoção da Saúde e Desenvolvimento Sustentável (GT PSDS/Abrasco) reuniu 19 integrantes representantes das cinco macrorregiões do Brasil para pensarem os próximos passos do grupo.

As atividades iniciaram-se com cada representante informando “os ecos de cada lugar” e indicando elementos para uma “Análise de Conjuntura”. Mediante os relatos de ameaças aos direitos, vivências de ausências de diálogo e atos de violências nas ocupações realizadas nas universidades, escolas e serviços de saúde, ficou evidente a necessidade de mobilização em defesa dos direitos e denúncia contra as políticas de austeridade.

O debate do período da manhã apontou para temas emergentes e re-emergentes para a agenda técnico-científica e, também, reflexões importantes para a prática política do GT. Em relação aos temas destacam-se: avaliação em promoção à saúde; tradução do conhecimento; políticas de promoção da saúde: ações intersetoriais; ações de advocacy; parceria público-privado;  políticas de equidade; visibilidade as iniquidades regionais; territórios e vozes emergentes; desenvolvimento de competências e formação; afeto e prazer.

No segundo momento do encontro, com o tema “‘Rescaldo’ da 22ª Conferência Mundial de Promoção e Educação em Saúde: revisitando eixos/temas estratégicos para formação, educação permanente e produção de conhecimento”, Simone Moysés liderou a roda de conversa a partir da qual foram identificadas possibilidades de publicações, grupos de estudos e realização de eventos, inclusive dando sustentabilidade às iniciativas e agendas interGTs da ABRASCO, com destaque para o GT Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva, GT Saúde e Ambiente e GT Educação Popular e Saúde.

Ainda no primeiro dia foi realizada uma atividade de reflexão técnico-política sob facilitação de Jéssica Vaz Franco (mestranda no Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da USP), por meio de um mapa conceitual com percurso da PNPS (Malta et al. Política Nacional de Promoção da Saúde: capítulos de uma caminhada ainda em construção. Ciência & Saúde Coletiva, 21(6):1683-1694, 2016.).

Ao final do dia 11, foi realizada a consulta sobre a mudança da Coordenação do GT PSDS/Abrasco. Os participantes aprovaram Dais Rocha como coordenadora do GT, ressaltando como elemento de continuidade a necessidade de aprofundamento dos avanços obtidos pelo Grupo Temático nos últimos anos. Estabeleceu-se que o coordenador deve atuar como articulador geral, devendo este ser apoiado por todos os membros. A decisão foi seguida de um debate sobre formas de organizar internamente o GT. Tomou-se a decisão de constituir um núcleo executivo provisório que terá como responsabilidades “pensar a organização do GT e apresentar proposta para consulta ampliada aos membros” em maio, em atividade prévia no 3º Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde, em Natal/RN. O núcleo executivo provisório do GT PSDS/Abrasco é composto por Dais Gonçalves Rocha (UnB), Vanessa de Almeida Guerra (UFMG), Marco Akerman (USP), Ronice Franco de Sá (UFPE) e Veruska Prado Alexandre (UFG).

Na manhã do dia 12, foram reafirmados os eixos de atuação do GT, segundo os quais foram distribuídos os membros considerando a agenda 2017-2018. Destaca-se que um eixo priorizado foi o da Mobilização Regional tendo como ações principais: 1) aprofundar o debate sobre “Democracia e articulação com movimentos sociais e serviços” e 2) advocacy da Promoção da Saúde nos instrumentos estratégicos de planejamento e do direito à cidade no novo ciclo de gestão dos municípios. Também, foram definidas algumas ferramentas de Tecnologias de Comunicação e Informação (TIC), incluindo mídias sociais e canais de comunicação para avançar na articulação do GT com seus integrantes com os demais grupos e comissões da Abrasco.

Comments

comments

Deixe uma resposta