Fórum de Editores de Saúde Pública se reunirá no Abrascão 2015


A definição de novas regras para a participação da Coleção SciELO, divulgadas em novembro do ano passado, mobilizou parte expressiva dos editores das publicações científicas do campo da Saúde Coletiva a se organizarem no intuito de melhor se articularem política e cientificamente para ter voz qualificada neste e em outros debates acerca do tema. Nesse sentifo, foi organizado o Fórum de Editores de Saúde Pública, que realizará novo encontro durante as atividades pré-congressuais do 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, o Abrascão 2015.

O objetivo do encontro é construir uma primeira avaliação das repercussões das novas regras e desenvolver estratégias comuns para dar conta das novas exigências, sempre visando o fortalecimento e a sustentabilidade das revistas nacionais de Saúde Coletiva, patrimônio coletivo do campo e principal canal de diálogo da nossa comunidade científica.

Leopoldo Antunes, editor da Revista de Saúde Pública e professor da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP), adianta como será a dinâmica da reunião. “Nós, coordenadores, apresentaremos as mudanças recentes que vêm sendo implantadas no processo editorial de nossas revistas em função dos novos critérios propugnados pela SciELO. Em seguida, abriremos o debate para que as demais revistas também se posicionem”. O Fórum de Editores é coordenado por um grupo de editores de cinco revistas. Além de Antunes, fazem parte da coordenação os seguintes pesquisadores-editores: Romeu Gomes (Ciência & Saúde Coletiva); Cláudia Medina Coeli (Cadernos de Saúde Pública); Kenneth Camargo (Physis), e Márcia Furquim (Revista Brasileira de Epidemiologia – RBE).

+ Confira a programação do Abrascão 2015

Para Kenneth Camargo, professor do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IMS/Uerj), o principal encontro científico da Saúde Coletiva brasileira é um momento privilegiado para uma visão geral da produção do campo e para o debate dos rumos da produção científica da área.

“Os congressos de todas as áreas da ciência vêm incluindo atividades para a discussão da produção científica, o que também ocorrerá no Abrascão. Isso tem permitido uma disseminação geral de perspectivas mais críticas sobre a pesquisa e disseminação de seus resultados. Esperamos que nosso encontro venha a fortalecer a publicação científica em Saúde Coletiva e seus veículos nacionais”.

Reunião Fórum de Editores de Saúde Coletiva
Terça-feira, 28 de julho, das 14h às 16h
Sala Baru- 304

Comments

comments

Deixe uma resposta