Artigo publicado na revista Ciência & Saúde Coletiva recebe prêmio Fred L. Soper por Excelência em Literatura de Saúde.


Os pesquisadores Debora Diniz e Marcelo Medeiros receberam o prêmio Prêmio Fred L. Soper por Excelência em Literatura de Saúde, pelo artigo “Aborto no Brasil: uma pesquisa domiciliar com técnica de urna”, publicado na revista Ciência & Saúde Coletiva, em Junho deste ano. 

"Nós identificamos a magnitude do aborto no Brasil por meio de um método confiável", destacou a antropóloga Debora Diniz, que é professora da UnB e pesquisadora do Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero (Anis).
 
Entre outrasconclusões, estudo revelou que "o aborto é tão comum no Brasil que, ao completar quarenta anos, mais de uma em cada cinco mulheres já fez". E destaca que o assunto deve estar "em posição de prioridade na agenda de saúde pública nacional".
 
As pesquisas lideradas por Debora e publicadas na Revista Ciência & Saúde Coletiva têm dado suporte ao Supremo Tribunal Federal na tomada de decisões. "Grande parte da minha agenda de pesquisa dialoga com políticas públicas de saúde", disse a pesquisadora.
 
“Esse artigo desloca o debate da esfera religiosa e moral para dentro do campo da saúde pública”, explicou Marcelo Medeiros, que é professor da UnB, pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e marido de Debora. “Temos nas mãos um problema de saúde pública que tem que ser tratado como tal”.
 
Criado em 1990, o prêmio leva o nome de Fred L. Soper, médico norte-americano que dedicou a carreira à pesquisa em saúde pública e é a mais importante premiação de saúde pública do continente americano.
 

Comments

comments

Deixe uma resposta