X Encontro Catarinense de Saúde Mental


31 de julho de 2013

 

Durante os dias 25 a 27 de agosto, acontece no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis, em parceria UFSC – Abrasme (Associação Brasileira de Saúde Mental), o X Encontro Catarinense de Saúde Mental – X ECSM , com o tema “Re-unir : Movimento para superar a fragmentação do saber e do fazer”.

 

O evento, que congrega o campo da Saúde Coletiva e áreas afins à saúde, tem característica nacional e internacional. O X ECSM acolhe, historicamente, o I Encontro Nacional de Humanização, Arte e Saúde – I ENHAS, que abre espaço para juntar profissionais, acadêmicos, artistas e outros envolvidos com a arte na perspectiva da humanização.

 

O evento conta com o apoio da rede de serviços das áreas da saúde e assistência social, conselhos profissionais e movimentos sociais, além das parcerias tradicionais com órgãos públicos ligados às áreas da saúde, educação, direitos humanos e poder judiciário. A participação comunitária acontecerá através dos movimentos sociais e entidades do controle social do SUS, como o Conselho Estadual de Saúde de Santa Catarina e o Conselho Municipal de Saúde de Florianópolis.
               

Neste ano, o Encontro Catarinense de Saúde Mental acolhe o I Encontro de Humanização, Arte e Saúde, oferecendo assim a implementação de conhecimento científico a respeito de temas de vital importância para a saúde na sociedade contemporânea. O ENHAS surge a partir da expansão deste um campo de conhecimento e intervenção ainda pouco explorado, que trabalha com a utilização da arte como ferramenta para o cuidado, para a terapêutica e para a promoção da saúde.

 

Nesta perspectiva, o ENHAS interage e integra-se diretamente com o ECSM, trazendo à luz as discussões sobre o uso da arte como tecnologia social no contexto da saúde e fazendo intervenções demonstrativas no evento. Discutir-se-ão práticas, as concepções teóricas e estratégias que constituem a espinha dorsal da Política Nacional de Saúde Mental, da Política Nacional sobre Drogas, da Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde e outras ações políticas governamentais ligadas a estas áreas (ex., de direitos humanos) e que suscitam debates intensos no meio acadêmico, bem como entre gestores, profissionais da atenção psicossocial e sociedade civil em geral.

 

Entre os convidados, estão Paulo Amarante e Rosana Onocko Campos.

 

Veja aqui a programação completa do evento

 

Comments

comments