Revista Ciência & Saúde Coletiva – julho 2013 Qualidade de vida e valores existenciais


5 de julho de 2013

 

Acesse no site da revista e na Base de dados da Scielo Public Health

 

A edição 18.7 da Revista Ciência & Saúde apresenta um conjunto de artigos que trata do conceito e das práticas orientados à de qualidade de vida. Qualidade de vida é uma noção eminentemente humana, subjetiva e polissêmica que se refere ao bem estar que os indivíduos e a coletividade encontram na vida familiar, amorosa, social e ambiental.

 

Do ponto de vista sociológico, o conceito se define como o padrão de sociabilidade e institucionalidade que uma sociedade determina para si e se mobiliza para conquistar, por meio de políticas públicas e sociais que induzam e orientem o desenvolvimento humano, as liberdades individuais e coletivas e as mudanças positivas no modo e no estilo de vida e nas condições sociais.


Nos últimos 40 anos em diversas áreas do conhecimento foram desenvolvidos indicadores e parâmetros para operacionalizar o conceito em foco, sendo o mais universal desses o chamado IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) que critica a medida do desenvolvimento apenas pelo PIB e utiliza valores mais qualitativos como nível de renda, saúde e educação e longevidade, buscando comparabilidade entre as sociedades onde o índice é adotado.

 

No Brasil, desde o final dos anos 1980, desenvolveram-se instrumentos que medem a qualidade de vida a partir da compreensão das desigualdades, heterogeneidades e estratificações sociais do país e comparam as microrrealidades municipais e estaduais.


Um dos campos em que o conceito de qualidade de vida mais tem se desenvolvido é o da saúde. A OMS publicou em 1993, o protocolo do “The world health organization quality of life assessment” (WHOQOL) que avalia seis domínios de bem estar: o físico, o psicológico, o do nível de independência, o das relações sociais, o do meio ambiente e o dos aspectos religiosos, por meio de indicadores.

 

A partir de então, pesquisadores do setor saúde passaram a realizar estudos com vários tipos de pacientes, tomando como base o WHOQOL, embora existam muitas críticas sobre o uso desse conceito na área médica.


Este número temático aprofunda o assunto no seu sentido ampliado e também sob a ótica biomédica, como se pode observar a seguir na listagem dos artigos desta edição temática.

Artigos temáticos

1- Capital social e qualidade da atenção à saúde: as experiências do Brasil e da Catalunha – Selma Cristina Franco; Angel Martinez Hernaez

2- Afeto, proximidade, frequência e uma clínica hesitante: bases do “vínculo” entre pacientes com síndrome de Down e a Atenção Primária à Saúde? – Bruno José Barcellos Fontanella; Cesar Seiji Setoue; Débora Gusmão Melo

3- O acolhimento e as transformações na práxis da reabilitação: um estudo dos Centros de Referência em Reabilitação da Rede do Sistema Único de Saúde em Belo Horizonte, MG, Brasil – Sandra Minardi Mitre; Eli Iola Gurgel Andrade; Rosângela Minardi Mitre Cotta

4- Fatores associados à qualidade de vida de pacientes em terapia renal substitutiva no Brasil – Juliana Alvares; Alessandra Maciel Almeida; Daniele Araujo Campos Szuster; Isabel Cristina Gomes; Eli Iola Gurgel Andrade; Francisco de Assis Acurcio; Mariângela Leal Cherchiglia

5- Health-related quality of life in Brazil: normative data for the SF-36 in a general population sample in the south of the country – Luciane Nascimento Cruz; Marcelo Pio de Almeida Fleck; Michele Rosana Oliveira; Suzi Alves Camey; Juliana Feliciati Hoffmann; Ângela Maria Bagattini; Carisi Anne Polanczyk

6- Propriedades psicométricas do instrumento de avaliação da qualidade de vida: 12-item health survey (SF-12) – Marise Fagundes Silveira; Júlio César Almeida; Rafae Silveira Freire; Desirrê Sant’Ana Haikal; Andrea Eleutério de Barros Lima Martins

7- Qualidade de vida de mulheres tratadas de câncer de mama em uma cidade do nordeste do Brasil – Karla Barros Bezerra; Diego Salvador Muniz da Silva; Maria Bethânia da Costa Chein; Patricia Rodrigues Ferreira; Jessika Kelly Passos Maranhão; Nayana Leite Ribeiro; Elba Gomide Mochel

8- Actividad física, conductas sedentarias y calidad de vida en adolescentes universitarios de Ciudad Guzmán, Jalisco, México – Carlos Alejandro Hidalgo-Rasmussen; Guadalupe Ramírez-López; Alfredo Hidalgo-San Martín

9- Quality of life of users of psychoactive substances, relatives, and non-users assessed using the WHOQOL-BREF – Taís de Campos Moreira; Luciana Rizzieri Figueiró; Simone Fernandes; Fernanda Maia Justo; Ismael Rodrigo Dias; Helena Maria Tannhauser Barros; Maristela Ferigolo

10- Qualidade de vida de professores de educação básica do município de Florianópolis, SC, Brasil – Érico Felden Pereira; Clarissa Stefani Teixeira; Adair da Silva Lopes

11- Impacto da cárie dentária na qualidade de vida de adultos residentes no entorno de Belo Horizonte, MG, Brasil – Simone de Melo Costa; Mara Vasconcelos; Mauro Henrique Nogueira Guimarães Abreu

12- Between suffering and hope: rehabilitation from urinary incontinence as an intervening component – Rita de Cássia Altino Delarmelindo; Cristina Maria Garcia de Lima Parada; Rosalina Aparecida Partezani Rodrigues; Silvia Cristina Mangini Bocchi

13- Escala de qualidade de vida: análise estrutural de uma versão para idosas – Marcela Ferreira Cipriani Rufine; Nilton Soares Formiga; Felipe Valentini; Gislane Ferreira de Melo

14- Qualidade de vida, autoestima e autoimagem dos dependentes químicos – Camila da Silveira; Carolina Meyer; Gabriel Renaldo de Souza; Manoella de Oliveira Ramos; Melissa de Carvalho Souza; Fernanda Guidarini Monte; Adriana Coutinho de Azevedo Guimarães; Sílvia Rosane Parcias

15- Qualidade de vida entre adolescentes: estudo seccional empregando o SF-12 – Marise Fagundes Silveira; Júlio César Almeida; Rafael Silveira Freire; Raquel Conceição Ferreira; Andrea Eleutério de Barros Lima Martins; Luiz Francisco Marcopito

16- Medo de cair e sua relação com a medida da independência funcional e a qualidade de vida em indivíduos após Acidente Vascular Encefálico – Raquel Buarque Caminha Monteiro; Glória Elizabeth Carneiro Laurentino; Priscilla Gonçalves de Melo; Dinalva Lacerda Cabral; João Carlos Ferrari Correa; Luci Fuscaldi Teixeira-Salmela

Artigos de revisão

17- A segurança do paciente como dimensão da qualidade do cuidado de saúde – um olhar sobre a literatura – Cláudia Tartaglia Reis; Mônica Martins; Josué Laguardia

18- A população lésbica em estudos da saúde: contributos para uma reflexão crítica – António Manuel Marques; João Manuel de Oliveira; Conceição Nogueira

Temas livres

19- Redes de sociabilidade: construções a partir do serviço residencial terapêutico
Carmen Terezinha Leal Argiles; Luciane Prado Kantorski; Janaína Quinzen Willrich; Milena Hohmann Antonacci; Valéria Cristina Christello Coimbra

20- A participação da sociedade civil nos conselhos de saúde e de políticas sociais no município de Piraí, RJ (2006) – Gabriela Rieveres Borges de Andrade; Jeni Vaitsman

21- Occupational stress and self-perceived oral health in Brazilian adults: a Pro-Saude Study – Giovana Pereira da Cunha Scalco; Claides Abegg; Roger Keller Celeste; Yara Hahr Marques Hökerberg; Eduardo Faerstein

22- Avaliação de um programa de aplicação de toxina botulínica tipo A em crianças do Vale do Jequitinhonha com paralisia cerebral – Grazielle Fernandes da Silva; Maria Cecília Teles; Sérgio Antunes Santos; Fernanda Oliveira Ferreira; Kênnea Martins Almeida; Ana Cristina Resende Camargos

23- A lei de cotas para pessoas portadoras de deficiência nas empresas brasileiras: impacto e possíveis alternativas – Leandro Martins Zanitelli

24- Produção de micropolíticas no processo de trabalho em saúde bucal: uma abordagem socioanalítica – Luciane Maria Pezzato; Solange L’Abbate; Carlos Botazzo

25- Aspectos de vida, trabalho e saúde de trabalhadores do setor de rochas ornamentais – Marcela Almeida Baptistini; Luiz Henrique Borges; Renan Almeida Baptistini

26- Avaliação econômica de tecnologias sociais aplicadas à promoção de saúde: abastecimento de água por sistema Sodis em comunidades ribeirinhas da Amazônia – Marco Aurélio Arbage Lobo; Dula Maria Bento de Lima; Cezarina Maria Nobre Souza; Waddle Almeida Nascimento; Leiliane Cristina Cardoso Araújo; Neucy Barreto dos Santos

27- Inclusão social de pessoas com transtornos mentais: a construção de redes sociais na vida cotidiana – Mariana Moraes Salles; Sônia Barros

28- Múltiplos aspectos do uso do flúor em saúde pública na visão de lideranças da área de saúde – Regina Glaucia Lucena Aguiar Ferreira; Regina Auxiliadora de Amorim Marques; Léa Maria Bezerra de Menezes; Paulo Capel Narvai

 


29- Agente Comunitário de Saúde: elemento nuclear das ações em saúde – Simone de Melo Costa; Flávia Ferreira Araújo; Laiara Versiani Martins; Lívia Lícia Rafael Nobre; Fabrícia Magalhães Araújo; Carlos Alberto Quintão Rodrigues

30- Acessibilidade e resolubilidade da assistência em saúde mental: a experiência do apoio matricial – Paulo Henrique Dias Quinderé; Maria Salete Bessa Jorge; Maria Sônia Lima Nogueira; Liduina Farias Almeida da Costa; Mardenia Gomes Ferreira Vasconcelos

Resenha

Humanização, Gênero e Poder: contribuições dos estudos de fala-em-interação para a atenção à saúde – Ana Cristina Ostermann, Stella Nazareth Meneghel, organizadoras. Resenhado por Rosa Maria de Araujo Mitre
 

Comments

comments