Protocolo de Avaliação de Intoxicações Crônicas por Agrotóxicos


3 de dezembro de 2013

 


A versão impressa do “Protocolo de Avaliação das Intoxicações Crônicas por Agrotóxicos” será lançada oficialmente nesta quinta-feira, 5 de dezembro, no auditório do Hotel Golden Park em Curitiba, Paraná. 

 

Esta publicação é parte das ações da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná no enfrentamento da questão dos agrotóxicos. É uma contribuição para os profissionais de saúde no direcionamento do atendimento, diagnóstico e vigilância dos casos de intoxicações crônicas por agrotóxicos.

 

A criação do protocolo surgiu de um projeto de pesquisa que uniu profissionais da Universidade Federal do Paraná, do Centro Estadual de Saúde do Trabalhador, CERESTs, Regionais de Saúde, municípios, Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade Tuiuti. Este ano, a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná elaborou o documento “Vigilância das Populações Expostas à Agrotóxicos” em consonância com a diretriz traçada pelo Ministério da Saúde. Este documento contém 14 ações estratégicas que serão executadas ao longo dos dois próximos anos. Uma destas ações é a implantação do Protocolo de Avaliação de Intoxicações Crônicas através da capacitação das equipes da Atenção Primária e dos Programas de Saúde da Família de todo o Estado.

 

A intenção é aperfeiçoar a capacidade resolutiva das equipes de saúde no atendimento das intoxicações crônicas e estruturar as ações de vigilância destes agravos no Paraná. Nossa expectativa é monitorar e minimizar os impactos dos agrotóxicos na saúde das populações expostas e contribuir na garantia do direito à saúde de todos.

 

 

Confira aqui a versão em PDF do Protocolo 

de Avaliação das Intoxicações Crônicas por Agrotóxicos.

Comments

comments