13º Congresso da APSP trouxe o debate da saúde como bem comum


11 de setembro de 2013


Realizado entre os dias 31 de agosto e 4 de setembro, o 13º Congresso da Associação Paulista de Saúde Pública (APSP) reuniu cerca de mil participantes e contribuiu para ampliar as visões e interações da Saúde Coletiva com outros campos do conhecimento e práticas sociais.

Com o eixo central “O Público na Saúde Pública – A produção do (bem) comum”, o congresso tomou como ponto de partida a reafirmação da saúde como direito e bem público, como disse o presidente da entidade, Paulo Capucci, após a abertura do evento: "A gente está muito contente com a receptividade que estamos tendo dos companheiros que se dispuseram a vir mostrar seus trabalhos, participarem das mesas e daqui levarem possibilidades de construção e reconstrução dessa visão da saúde como uma produção do bem comum, algo que é elaborado pelos vários sujeitos e usufruído por vários sujeitos de uma forma que não é possível individualizar nem nas corporações nem nas organizações, mas na produção do cotidiano da saúde pública". A publicação do caderno Saúde e Sociedade, com os anais do evento (acesse aqui), serviu também como estimulador e fio condutor da temática.

 

Presente na cerimônia e em diversas atividades, Laura Macruz, vice-presidente da Abrasco e professora da FSP-USP, saudou a APSP e apontou a articulação entre os diversos espaços acadêmicos e profissionais em todo o país como uma das principais formas de consolidação da luta da Saúde coletiva. "O congresso da APSP tem uma participação intensa dos acadêmicos e profissionais do Estado de São Paulo. A estrutura montada para este ano, com debates pela manhã com convidados de fora da saúde coletiva, mesas à tarde para desenvolvimento e aprofundação e palestras de encerramento levantando provocações para o dia seguinte é uma boa pista para pensarmos futuras atividades".

 

A Abrasco também esteve presente no encontro da Reforma Sanitária: 40 anos da APSP e 35 anos da Abrasco, com a presença dos militantes históricos como José Carvalheiro, ex-presidente da Abrasco, e de novos companheiros, como Marco Akerman, Mário Scheffer, Alcides Miranda (Cebes), entre outros. 

 

Ao fim do evento, os congressistas elegeram a nova diretoria para o biênio 2014/2015. Atualmente na vice-presidência, a médica-pesquisadora do Instituto de Saúde (IS/SES) Marília Louvison foi eleita para o cargo maior da entidade. Diversos abrasquianos compõem a nova diretoria (veja listagem abaixo). A posse será no fim desse ano. Confira aqui o vídeo do canal da APSP no YouTube com a avaliação do evento feita por Lúcia Izumi e Marilia Louvison.
 

 

APSP 2014-2015:

Diretoria: 


Presidente: Marilia Cristina Prado Louvison
 

Vice-Presidente:  Wilma Madeira da Silva


Diretor de Extensão: Alexandre Nemes Filho


Diretora de Comunicação: Luciana Soares de Barros


Diretora de Finanças: Ligia Duarte


Diretora Secretária: Maria Fernanda Terra


Coordenador do 14º. Congresso Paulista de Saúde Pública – Paulo Capucci


Revista Saúde e Sociedade: Cleide Lavieri Martins

Conselho Deliberativo:
 

Ana Lucia Pereira

Aquilas Mendes

Aurea Ianni

Carlos Botazzo

Daniele Guerra

Elaine Giannotti

Lara Paixão

Laura Camargo Macruz Feuerwerker

Lucia Yasuko Izumi

Marco Akerman

Nivaldo Carneiro

Paulo Capel Narvai

Silvia Bastos

Tiago Noel Ribeiro

Yara Maria de Carvalho

Articuladores de núcleos regionais:


Baixada Santista: Rosilda Mendes

Botucatu: Elen Rose Lodeiro Castanheira

Ribeirão Preto: Silvana Martins Mishima

São José dos Campos: Paula Carnevale

São Carlos (novo): Giovanni Gurgel Aciole

Campinas (em organização): Felipe Augusto Reque

Comments

comments