Seminário Plano de saúde: impactos da crise econômica e reflexos para o consumidor


A crise econômica que assola o país tem afetado diversos setores da economia. O aumento do desemprego e outros fatores trouxeram impactos para o setor de saúde suplementar e, consequentemente, para o Sistema Único de Saúde. Mais de 1,6 milhão de brasileiros deixaram de ter planos de saúde nos últimos 12 meses, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Para este debate a Proteste – Associação de Consumidores, reunirá especialistas nesta terça-feira, 30 de agosto, no 14º Seminário Internacional Proteste de Defesa do Consumidor, em São Paulo, um evento aberto ao público, que será realizado de 08h00 às 17h00 no auditório da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina – SPDM, rua Diogo de Faria, 1036, Vila Clementino, São Paulo.

O impacto da crise para o Sistema Único de Saúde (SUS) será tema de José Antônio Sestelo (vice-presidente da Abrasco e pesquisador do Grupo de Pesquisa e Documentação sobre o Empresariamento da Saúde (GPDES), do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva (IESC) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A reconfiguração empresarial e seu impacto para o consumidor será exposto por Ligia Bahia, (comissão de Política da Abrasco e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro).

O presidente da Agência Nacional de Saúde (ANS), José Carlos de Souza Abrahão, abordará as ações da agência reguladora para combater a crise e enfrentar a entrada de produtos alternativos no mercado. Para mostrar como os europeus lidaram na área da saúde, com as repercussões da crise econômica desencadeada em 2008, participará João Oliveira, coordenador da área de saúde da Associação Deco Proteste de Portugal. Regina Parizi, do Instituto Ágora, falará sobre a situação da Espanha. A visão dos prestadores sobre a crise e a oferta de produtos alternativos para o consumidor será tema de José Luiz Bonamigo Filho, primeiro tesoureiro da Associação Médica Brasileira (AMB). As ações do setor regulado para superar a crise serão abordadas por Sandro Leal, superintendente da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde). O impacto da crise para o sistema de saúde suplementar será exposto por Paulo Furquim de Azevedo, coordenador do Centro de Estudos em Negócios do Instituto de Pesquisa (Insper). O papel do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para coibir a concentração de mercado será abordado por Kenys Menezes Machado, superintendente adjunto do Cade.

Confira a programação completa:

08h – Credenciamento e café

09h – 09h30 – Mesa de abertura

Expositores:

Maria Inês Dolci – Coordenadora institucional da PROTESTE Associação de Consumidores

Cláudio Considera – Presidente do Conselho Diretor da PROTESTE Associação de Consumidores

Pedro Moreira – Diretor Executivo da PROTESTE Associação de Consumidores

Regina Parizi – Presidente do Instituto Ágora e Presidente da Sociedade Brasileira de Bioética

Ronaldo Ramos Laranjeira – Presidente da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM)

André Luiz Lopes dos Santos – Diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC).

PAINEL 1 – Panorama da saúde e seus reflexos para o consumidor

Moderador: André Luiz Lopes dos Santos – Diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC)

Debatedores:

  • 09h30 – 10h: Pesquisa PROTESTE com usuários de planos privados
    Expositor: Gisele Rodrigues – Pesquisadora da PROTESTE Associação de Consumidores
  • 10h – 10h30: O impacto da crise para o sistema de Saúde Suplementar
    Expositor: Paulo Furquim de Azevedo – Coordenador do Centro de Estudos em Negócios do Instituto de Pesquisa (Insper)
  • 10h30 – 11h: O impacto da crise para o Sistema Único de Saúde (SUS)
    Expositor: José Antônio Sestelo – Pesquisador do Grupo de Pesquisa e Documentação sobre o Empresariamento da Saúde – GPDES, do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva – IESC, da Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • 11h – 11h30:Ações da Agência Reguladora para combater a crise e enfrentar a entrada de produtos alternativos no mercado
    Expositor:José Carlos de Souza Abrahão – Presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)
  • 11h30 – 12h:Debates e Perguntas
  • 12h – 13h: Almoço

PAINEL 2 – Cenário internacional

Moderador: Pedro Moreira – Diretor Executivo da PROTESTE Associação de Consumidores

13h30 – 13h50 – Situação em Portugal

Expositor: João Oliveira – Coordenador da área de saúde da Associação Deco Proteste de Portugal

13h50 – 14h10 – Situação na Espanha

Expositora: Regina Parizi, presidente do Instituto Ágora e Presidente da Sociedade Brasileira de Bioética

14h10 – 14h30 – Debates e Perguntas

PAINEL 3 – Ações necessárias para enfrentar e superar a crise na saúde

Moderadora: Luciana Casemiro – Editora responsável pela Coluna de Defesa do Consumidor do jornal O Globo

  • 14h30 – 14h50: O papel do Conselho Administrativo de Defesa Econômica para coibir a concentração de mercado
    Expositor: Kenys Menezes Machado – Superintende Adjunto do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)
  • 14h50 – 15h10: A visão dos prestadores sobre a crise e a oferta de produtos alternativos para o consumidor
    Expositor: José Luiz Bonamigo Filho – Primeiro Tesoureiro da AMB
  • 15h10 – 15h30: Ações do setor regulado para superar a crise
    Expositor: Sandro Leal – Superintendente da Federação Nacional de Saúde Suplementar (Fenasaúde)

 

  • 15h30 – 15h50: A reconfiguração empresarial e seu impacto para o consumidor
    Expositora: Lígia Bahia – Professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • 15h50 – 16h20: Debates e Perguntas

 

15h50 – 16h20: Debates e Perguntas

16h20 – 17h – Conclusões e propostas

Expositor: Maria Inês Dolci, Coordenadora Institucional da PROTESTE Associação de Consumidores

17h – Encerramento

Comments

comments