Fiocruz divulga nota sobre orientações e contraindicações do uso da cloroquina em infectados pela Covid-19

Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou na última sexta-feira uma nota técnica com orientações sobre o uso da cloroquina para tratamento de pacientes infectados com o vírus SARS-CoV-2, agente infeccioso causador da pandemia de Covid-19.

O objetivo do documento é evidenciar a necessidade de gerar evidências sobre a segurança e eficácia da cloroquina para tratar pacientes infectados com o SARS-CoV-2, sanando falsas ou incompletas compreensões a respeito da droga. O medicamento deve ser administrado sob estrita supervisão médica em ensaios clínicos e por um tempo curto. A nota ressalta que é fundamental observar as reações adversas, ter presente as comorbidades dos pacientes e a interação medicamentosa para avaliar cuidadosamente os pacientes para quem a cloroquina pode ser efetivamente prescrita.

+Especialista da Fiocruz alerta: hidroxicloroquina NÃO deve ser comprada por brasileiros para se prevenir contra o coronavírus

A nota é assinada por Martha Cecilia Suárez-Mutis, pesquisadora titular do Laboratório de Doenças Parasitárias do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz); Flor Ernestina Martínez-Espinosa Instituto Leônidas e Maria Deane/Fiocruz-Amazonas e da Fundação de Medicina Tropical do Estado do Amazonas (AM); e Claudia Garcia Serpa Osorio-de-Castro, pesquisadora titular do Departamento de Política de Medicamentos e Assistência Farmacêutica da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (NAF/ENSP/Fiocruz). Clique e acesse o documento na íntegra.

Comments

comments

Deixe uma resposta