Reinaldo Guimarães em entrevista ao Canal Saúde


Em entrevista ao Canal Saúde, Reinaldo Guimarães, Médico Sanitarista , Diretor de Propriedade Intelectual da ABIFINA e membro da Comissão de Ciência e Tecnologia em Saúde da Abrasco, um dos mais respeitados e importantes sanitaristas brasileiros, traça um panorama geral sobre política, pesquisa e desenvolvimento tecnológico no campo da Saúde e fala sobre a situação Brasil nesse processo. Para ele, o desenvolvimento do complexo industrial da Saúde, por meio de novos produtos, cada vez mais incorpora o conhecimento científico num grau nunca visto antes. 

 

Jairnilson Silva Paim, abrasquiano do  GT Trabalho e Educação na Saúde lembra a participação de Reinaldo Guimarães na confecção do texto A questão democrática da saúde: “poucos sabem que ele foi um dos autores do texto que, ratificado pelo Cebes, apresentou, pela primeira vez, a proposta do Sistema Único de Saúde em 1979, muito antes da Constituição de 1988 e da 8ª Conferência Nacional de Saúde.

 

 

 

Trajetória

 

Foi Diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico da Fiocruz, o médico se formou na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1971, fez residência médica no Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), onde também se tornou mestre em saúde coletiva em 1978.

 

 

Guimarães foi professor e pesquisador na área de saúde coletiva entre 1971 e 1984. A partir de 1985, orientou sua carreira para o campo do planejamento, gestão e políticas de ciência e tecnologia. É presidente do Conselho Superior da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e membro do Conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

 

Foi diretor da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) do Ministério da Ciência e Tecnologia, entre 1985 e 1988, e membro do Conselho Superior da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação, como representante da comunidade científica, entre 1996 e 1999. Entre 1988 e 1991 e 1996 e 2000 foi sub-reitor de Pós-graduação e Pesquisa da Uerj.

 

 

Foi também membro do conselho deliberativo, pesquisador visitante e consultor do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) sendo também membro do conselho diretor da Revista Ciência Hoje, editada pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

 

 

 

 

 

 

Comments

comments