Promoção da Saúde na América Latina, Portugal e Angola foi tema do Esquenta Abrascão

Evento aconteceu em 20 de setembro, confira

“Dois anos após o início da pandemia da Covid-19, não vimos uma abordagem sobre os determinantes sociais da saúde, e os fatores que geraram e aprofundaram a desigualdade”, afirmou Regiane Rezende, da OPAS/Brasil, na abertura do #EsquentaAbrascão “Desafios e Oportunidades da Promoção da Saúde na América Latina e Países de língua portuguesa”.

O evento aconteceu em 20 de setembro, e reuniu pesquisadores do Brasil ,Argentina, Colômbia, Portugal e Angola,  a fim de rebater a ideia de que as nações periféricas não têm capacidade de desenvolver suas tecnologias, e por isso dependem do norte global. 

Regiane coordenou o encontro, e os convidados foram Maria Constanza Granados Mendoza (Coordenadora do projeto Promoción de la Salud en la Región de las Américas), Martin Gastón Esteban Zemel (Vice-presidente Regional UIPES-ORLA), Luis Saboga Nunes (Escola Nacional de Saúde Pública de Portugal) e Roygue Alfredo (Grupo técnico do Ministério da Saúde de Angola).

Assista: 

 

Comments

comments

Deixe um comentário