Programas de Pós-Graduação em Saúde Coletiva se reúnem em Vitória para discutir a formação de redes de pesquisa em saúde coletiva na ABRASCO


Nos dias 27 e 28 de junho ocorreu, na cidade de Vitória (ES), o primeiro encontro para discussão sobre a formação de redes de Pesquisa em Saúde Coletiva na ABRASCO. O encontro contou com a participação do presidente da ABRASCO Luiz Augusto Facchini, do vice-presidente Luís Eugenio Portela de Souza e do  secretário executivo Carlos Silva. Estiveram presentes cerca de 60 pesquisadores representando mais de 40 programas de Pós-graduação em Saúde Coletiva de todas as regiões do país.
 
Por iniciativa do Fórum de Coordenadores de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Associação a reunião foi organizada pelo Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Espírito Santo, com o propósito de articular, otimizar e potencializar as atividades de pesquisa dos diversos Programas. Os debates foram pautados a partir da necessidade de mapear e estimular parcerias entre instituições de todas as regiões do país, incluindo pesquisadores de diferentes disciplinas. A expectativa é que a nova Rede promova e fortaleça diálogos e parcerias interdisciplinares, inclusive entre grupos com mais e menos experiência no desenvolvimento de pesquisas, para permitir a produção de conhecimento em escala mais ampliada. Desta forma, a partir da identificação de interesses e das diversas linhas de pesquisas dos Programas, diversos grupos terão a oportunidade de constituir, articular e propor projetos de pesquisa em comum. 
 
Para a Coordenação do Fórum de Pós-Graduação nessa mais recente e específica atividade, foi constituída uma comissão que acompanharaá os próximos passos na estruturação do grupo com vistas à efetivação da Rede de Pesquisa em Saúde Coletiva no âmbito do ABRASCO. Além das coordenadoras do Fórum da ABRASCO, Maria Amélia Veras (SCMSP), Marina Atanaka (UFMT) e Eduarda Cesse (CpqAM/Fiocruz), a comissão conta com a participação de: Reinaldo santos (ENSP); Leny Trad (UFBa); Guadalupe Medina (UFBa); Rosana Onocko (Unicamp); Maria Rita Donalísio (Unicamp); Pedro Paulo Pereira (UNIFESP); Claudia Lopes (IMS/UERJ); Maria del Carmen Molina (UFES) e; Daniela Knauth (UFRGS).

Comments

comments