Programação da Ágora Abrasco: 4 a 6 de agosto

Nesta semana, de 4 a 6 de agosto, a Ágora Abrasco debaterá a atuação da Rede de Atenção Primária à Saúde diante d pandemia; as questões acerca da imunidade natural ou coletiva à Covid-19 (lembrando que são mais de 94 mil mortes e 2,5 milhões de casos registrados); e os desafios da avaliação em saúde. Confira a programação e, se puder, continue em casa e acompanhe a TV Abrasco:

Data: 4 de agosto
Horário: 15 h
Colóquio: Como a APS está enfrentando a pandemia de Covid 19 no Brasil: resultados da pesquisa nacional

Expositores:

  • Maria José Evangelista, assessora técnica do Conass.
  • Cristiane Martins Pantaleão, vice-presidente do Conasems.
  • Mónica Padilla, coordenadora da Unidade Técnica de Capacidades Humanas para a Saúde da OPAS/OMS.
  • Aylene Bousquat, professora da Faculdade de Saúde Pública (FSP/USP).

Coordenação:

  •  Lígia Giovanella, professora da ENSP/Fiocruz e da Rede de Pesquisa em APS/Abrasco

Debatedores: 

  • Luiz Augusto Facchini (UFPel), Luis Eugenio de Souza (ISC/UFBA), Ana Luiza Viana (FMUSP), Oswaldo Tanaka (FSP/USP), Gonzalo Vecina (FSP/USP)

Data: 5 de agosto
Horário: 16 h
Painel:  Imunidade natural ou imunidade coletiva à Covid-19

Convidados:

  • Pedro Hallal, reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). 
  • Denise Garret, vice-presidente do Sabin Vaccine Institute.
  • Expedito Luna, professor Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT/USP)
  • Dirceu Greco, professor titular da UFMG e presidente da Sociedade Brasileira de Bioética (SBB)

Coordenação:

  • Gulnar Azevedo, presidente da Abrasco e professora do Instituto de Medicina Social da UERJ.

Data: 6 de agosto
Horário: 16 h
Painel: Desafios da avaliação em saúde frente à pandemia de Covid-19

Convidadas:

  • Oswaldo Yoshimi Tanaka, professor da Faculdade de Saúde Pública (FSP/USP)
  • Adriana Falângola, professora do Departamento de Medicina Social da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).
  • Kátia Uchimura, Organização Panamericana de Saúde (OPAS)

Coordenação:

  • Elizabeth Moreira, pesquisadora colaboradora no Laboratório de Avaliação de Situações Endêmicas Regionais (ENSP/Fiocruz).

Comments

comments

Deixe uma resposta