Programação da Ágora Abrasco: 21 a 24 de julho

Iniciamos a semana com 79.533 óbitos notificados em decorrência da Covid-19 no Brasil, e sem um plano de enfrentamento estabelecido pelas autoridades políticas e sanitárias. No entanto, também acontece no país os primeiros testes para uma possível vacina – de diferentes pesquisas – tentativas de conter a doença. Na 16ª edição da Ágora, a Abrasco promoverá o painel Desafios da produção e acesso da vacina Anti-Covid, em parceria com a Rede CoVida e com a Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABrES). A programação também terá debates sobre os efeitos da pandemia na juventude brasileira e na vida das mulheres negras. Se puder, continue em casa e acompanhe a TV Abrasco:

Data: 21 de julho
Horário: 16 h
Painel: Juventudes e vulnerabilidades na pós pandemia: desafios e perspectivas.

Convidados:

  • Mariana Xavier, mestranda em Saúde Coletiva no Instituto de Medicina Social/UERJ, co-fundadora do Santa Cruz Universitário e Mediadora na Agência de redes para juventude.
  • Orome Otumaka Ikpeng, ativista ambiental; técnico em agroecologia, trabalha na rede de sementes do Xingu.
  • Tâmara Rios de Sousa, sanitarista, Integrante do coletivo Observa Pop Rua.
  •  Luciano Pimenta, produtor cultural, co-fundador da iniciativa Jovens Podem. É também do Coletivo Vira Lata e participa do Geração que Move.

Coordenação:

  • Rogéria Nunes, professora do Departamento de Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (DSS-PUC/RJ). 
     

Data: 23 de julho
Horário: 16 h
Painel: Desafios da produção e acesso da vacina Anti-Covid

Expositores:

  • Nísia Trindade, presidente da Fundação Oswaldo Cruz.
  • Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.
  • Carla Domingues, ex-coordenadora do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde (PNI/MS). 

Debatedores:

  • Reinaldo Guimarães, vice-presidente da Abrasco e pesquisador do Núcleo de Bioética e Ética Aplicada (NUBEA) da UFRJ
  • Érika Aragão, Presidente da Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABrES), professora do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA e pesquisadora da Rede CoVida.

Mediadores:

  • Gulnar Azevedo, presidente da Abrasco e professora do Instituto de Medicina Social da UERJ.
  • Mauricio Barreto, Coordenador do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs/Fiocruz) e da Rede CoVida. 

Data: 24 de julho
Horário: 16 h
Painel: Mulheres negras no contexto pós-pandemia e as barreiras no acesso a direitos sociais e de saúde

Convidadas:

  • Elaine Oliveira Soares, coordenadora da Política de Saúde da População Negra da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre (RS), integrante dos GT Racismo e Saúde da Abrasco e fundadora da Associação Cultural de Mulheres Negras/ACMUN.
  • Lucélia Luz, professora do Departamento de Serviço Social da Universidade de Brasília (DSS/UnB) e integrante dos GT Racismo e Saúde da Abrasco.
  • Wânia Sant’Anna, vice-presidente do conselho curador do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e integrante da Coalizão Negra por Direitos.

Coordenação: 

  • Alaerte Leandro Martins, fundadora da Associação Pelourinho da Lapa e integrante da Rede de Mulheres Negras do Paraná. 

Baixe, divulgue e contribua para a informação chegar mais longe 

Comments

comments

Deixe uma resposta