Presidente da ABRASCO é recebido em audiência pelo Secretário de Estado de Saúde de Pernambuco


 

Na tarde de ontem,  dia 27, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco(SES/PE) recebeu a visita do presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), Luiz Augusto Facchini. Ele participou de reunião com o secretário Antonio Carlos Figueira e com o secretário-executivo de Vigilância em Saúde, Eronildo Felisberto. Em pauta, a cooperação entre a entidade e a SES para o fortalecimento da Vigilância em Saúde em Pernambuco e o Projeto Sanar
 
Durante o encontro, Facchini ressaltou a importância do Sanar no combate às Doenças Negligenciadas e declarou o apoio da ABRASCO para a iniciativa. “Nós destacamos o Sanar como um projeto pioneiro não só no Brasil, mas no mundo todo. É um projeto com tamanha envergadura e que pode servir de modelo para o SUS em todo o país. Diante disso, a ABRASCO está em engajada para mobilizar pesquisadores que possam apoiara as ações do Sanar”, ressalta Luiz Augusto Facchini.
 
Atualmente, a ABRASCO conta com 70 instituições de ensino e pesquisa e mais de 7 mil associados individuais. A entidade atua para ampliar o diálogo entre a comunidade técnico-científica e os serviços de saúde, organizações governamentais, não governamentais e sociedade civil.  
 
Sanar – Lançado em 2011, o Projeto Sanar tem o objetivo de promover estratégias de intervenção que sejam capazes de reduzir os índices de sete doenças em todo o Estado: tracoma, doença de Chagas, hanseníase, filariose, esquistossomose, helmintíase e tuberculose – enfermidades que acometem as populações em condições socioeconômicas menos favoráveis. Para alcançar os resultados, foi realizado um perfil epidemiológico em Pernambuco para levantar os municípios que necessitam de ações de acordo com as doenças da lista. Ao todo, estão sendo investidos R$ 5,6 milhões em 108 municípios prioritários.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação da SES/PE

 

Comments

comments