Não podemos esperar: precisamos respirar! Intubação sem sedação é tortura

A gravíssima pandemia pelo novo coronavírus, enfrentada pelo povo brasileiro em consequência da omissão , incompetência e dos desmandos do governo federal, chegou agora a algo ainda mais desumano, antiético e inaceitável!

Assine o manifesto.

Os medicamentos necessários para a sedação dos pacientes intubados acabaram em mais de 600 municípios do país e os estoques de oxigênio vêm minguando a cada dia. Há pacientes intubados recebendo medicamentos sedativos de menor eficácia e tendo que ser contidos nos leitos, por causa da agitação consequente à falta de oxigênio em seus cérebros e corpos e ao enorme incômodo causado pelo tubo do respirador em suas vias aéreas.

O Ministério da Saúde comprou e concentrou todos estoques destes insumos e está distribuindo-os lentamente aos estados e municípios. Não há mais opção de compra no país.

Não podemos aceitar esta situação! É urgente! Precisamos respirar!

Exigimos que o governo federal tome todas as medidas cabíveis para normalizar com urgência e de forma definitiva o fornecimento de todos os insumos necessários para a intubação e o conforto dos pacientes, bem como exija e incentive o aumento da produção de oxigênio pelas empresas brasileiras.

Assinam este manifesto as seguintes entidades:

Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO)
Associação Brasileira de Economia da Saúde (Abres)
Associação Brasileira de Educação Médica (ABEM)
Associação Brasileira de Enfermagem
Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD)
Associação Brasileira de Médicas e Médicos pela Democracia (ABMMD)
Associação dos Usuários dos Serviços de Saúde Mental de Minas Gerais (ASUSSAM-MG)
Associação Mineira de Apoio aos Portadores de Neurofibromatose
Associação “Loucos por você”
Associação Rede Unida
Central de Movimentos Ppopulares (CMP)
Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES)
Coletivo de Terapeutas Ocupacionais Berenice Rosa Francisco de Lana
Consulta Popular (CP)
Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN)
CTB Minas
Federação Nacional dos Farmacêuticos (FENAFAR)
Fórum Cearense da Luta Antimanicomial
Fórum Mineiro de Saúde Mental
Frente Mineira Drogas e Direitos Humanos
Frente Nacional contra a Privatização da Saúde
Instituto de Direito Sanitário (IDISA)
Levante Popular da Juventude
Marcha Mundial das Mulheres
Movimento da Luta Antimanicomial
Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos (MTD)
Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB)
Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)
Movimento Luto e Luta
Movimento Negro Unificado (MNU)
Movimento Pró Saúde Mental -DF
Núcleo de Política Social e Direitos Humanos (NPSDH) – PSOL- Rio das Ostras (RJ)
Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares (RNMP)
Rede Nacional Internúcleos da Luta Antimanicomial (RENILA)
SINDIBEL
Sind-UTE MG
SINPRO
Sociedade Brasileira de Bioética (SBB)
União Brasileira de Mulheres – UBM



Comments

comments

Deixe uma resposta