Participe da Marcha Virtual pela Vida no dia 9 de junho

A Frente pela Vida, movimento que reúne entidades de diversos setores da sociedade civil, realiza no dia 9 de junho a Marcha Virtual pela Vida. Com atividades transmitidas pelas redes sociais ao longo do dia, o objetivo é chamar a atenção dos brasileiros para o fortalecimento dos valores fundamentais para que a sociedade brasileira tenha condições de enfrentar a pandemia de coronavírus: a vida, a saúde e do SUS, a solidariedade, a preservação do meio ambiente, a democracia, a ciência e a educação.

As entidades convidam todos a participarem da Marcha Virtual pela Vida, o Dia “V”, que contará com atividades locais e regionais de entidades, instituições e organizações de todos os setores na parte da manhã, e debates virtuais de âmbito nacional, na parte da tarde, com a participação de cientistas, personalidades, gestores públicos e artistas.

Além dos debates online, as entidades promoverão um tuitaço no dia das 12h às 13h com as hashtags #MarchaPelaVida e #FrentePelaVida.

Às 16h será realizado um ato político com a apresentação dos pontos essenciais defendidos no documento da Frente Pela Vida endereçada a parlamentares.

A manifestação se encerra com apresentações culturais online transmitidas das 18h às 19h.

Os participantes da Marcha Virtual pela Vida também poderão mostrar na internet onde estão se manifestando em tempo real, com avatares, através do aplicativo Manif.app, ferramenta criada na França e que já vem sendo utilizada no País para manifestações em tempos de coronavírus. Muito simples de navegar, o aplicativo permitirá que as pessoas mostrem seu apoio à manifestação, por meio de um avatar, obedecendo as recomendações da OMS de distanciamento social para evitar a disseminação da covid-19.

VEJA A PROGRAMAÇÃO DA MARCHA VIRTUAL PELA VIDA:

Manhã: Atividades setoriais/locais associadas ao tema VIDA (webinars, etc.) pelas entidades organizadoras e apoiadoras

9h – 12h: 2º Seminário Experiências de fortalecimento da Estratégia Saúde da Família para o enfrentamento da Covid-19: o que podemos aprender?, organizado pela Rede de Pesquisas em Atenção Primária à Saúde (Rede APS) e Abrasco, como parte integrante da programação da manhã, na TV Abrasco

12h-13h: Tuitaço com a hashtag #MarchaPelaVida

12h: Manifestação virtual em Brasília, com avatares (Manif.app)

13h-15h: Painel online de depoimentos de pessoas de todos os setores sociais em torno dos 6 eixos da Declaração “Marcha pela Vida”;

16h: Ato político de apresentação pública dos pontos essenciais da Marcha;

18h-19h: Programação cultural

Como participar

Além do tuitaço e da manifestação virtual com avatares, todas as sociedades, associações, organizações e entidades da sociedade civil, bem como todos os setores e movimentos sociais, poderão organizar atividades associadas ao tema VIDA e em conexão com os pontos centrais do documento-base, a declaração Marcha pela Vida no período da manhã do dia 9 de junho. As entidades poderão ainda se integrar à programação de outras entidades, como a A Abrasco, que realizará o 2º Seminário Experiências de fortalecimento da Estratégia Saúde da Família para o enfrentamento da Covid-19: o que podemos aprender? , organizado pela Rede APS .

Já no ar, o site oficial da Marcha Pela Vida conta com a programação das atividades e ainda um formulário para entidades aderirem e endossarem a declaração de fundação da Frente.

Também convidamos todos a postarem vídeos curtos com declarações sobre a importância de aderir à Marcha Pela Vida ao longo desta semana em suas próprias redes sociais, assinalando a #MarchaVirtualPelaVida. Se desejarem, podem também marcar a @Abrasco, que poderá compartilhar esses vídeos, ampliando ainda mais a disseminação.

A Marcha Pela Vida é de todos nós!

Sobre a Frente pela Vida

A Frente pela Vida é conduzida pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Conselho Nacional de Saúde (CNS), a o Centro Brasileiro de Estudos da Saúde (Cebes), a Sociedade Brasileira de Bioética (SBB), Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Rede Unida.

O movimento é baseado em seis pilares, que estão expressos em uma declaração divulgada na última sexta-feira, 29 de maio. São eles:

  • O direito à vida é o bem mais relevante e inalienável da pessoa humana, sem distinção de qualquer natureza;
  • As medidas de prevenção e controle no enfrentamento da pandemia da COVID-19 devem ser estabelecidas com base científica e rigorosamente seguidas a partir de planejamento articulado entre os governos federal, estadual e municipal;
  • O Sistema Único de Saúde – SUS é instrumento essencial para preservar vidas, garantindo, com equidade, acesso universal e integral à saúde;
  • A solidariedade, em especial para com os grupos mais vulneráveis da população, é um princípio primordial para uma sociedade mais justa, sustentável e fraterna;
  • É imprescindível para a vida no Planeta a preservação do meio ambiente e da biodiversidade, garantindo a todos uma vida ecologicamente equilibrada e sustentável;
  • A democracia e o respeito à Constituição são fundamentais para assegurar os direitos individuais e sociais, bem como para proporcionar condições dignas de vida para todas e todos os brasileiros.

Dezenas de outras entidades já estão se juntando a esta iniciativa. Some-se também.

Acompanhe as novas informações a serem divulgadas nos próximos dias pelas redes sociais da Abrasco e das entidades organizadoras.

@Abrasco, no Twitter

Abrasco, no Facebook

@Abra.sco, no Instagram

TV Abrasco, no YouTube

Comments

comments

Deixe uma resposta